Mosquito: em 1981, eu passei fome!

Virou uma obrigação da Gazeta de Toledo, fazer seu happy hour no Boteco do Mosquito em todos os sábados às 11h com mesa cativa. Ali, esse jornal recebe inúmeros empresários, lideranças políticas e amigos. Como já é de praxe Mosquito nos concede uma entrevista para falar de o que ele mais gosta, ama e sente prazer que é: ATENDER BEM, começando pela qualidade das carnes e sua equipe.

Mosquito: em 1981, eu passei fome! I

Neste sábado dia 21 de fevereiro de 2020, conseguimos entender de o porquê ele faz com tanto entusiasmo e paixão esse trabalho. Ele confessou que, no ano de 1981, quando estava em São Paulo, no maior celeiro de atletas (jogadores de futebol) do Brasil, tentando se projetar como jogador bancado por seus familiares em uma pensão. Certo dia, por motivos do falecimento de um membro da família da dona da pensão, ela teve que se ausentar e ele mais ses colegas, ficaram dias sem ter comida o obrigando a “pedir” o que comer em um “boteco”.

Mosquito: em 1981, eu passei fome! II

Sensibilizado o dono do Boteco viu que o papo era real e o atendeu, lhe dando o que comer todos os dias que ele precisou e, o mesmo fez um pedido ao Mosquito: “quando puder, doe comida há quem tem fome! ”. Hoje, ele retribui essa ação todos os dias em que abre suas portas quando prepara mais de 20 marmitas, repletas de carne de primeira, são distribuídas aos moradores de rua de Toledo como forma de gratidão.

Mosquito: em 1981, eu passei fome! III

Mosquito é conhecido no mundo inteiro e nessa Live que realizamos, tivemos internautas interagindo do Japão, Estados Unidos, Espanha além moradores de outros 12 estados que se manifestaram nas redes sociais ou por mensagens direto ao WhatsApp da Gazeta, o parabenizando e prometendo vir conhecer seu boteco em Toledo: Assista a entrevista que ele nos concedeu, onde fala sobre essa parte de sua vida em que passou fome:

https://www.facebook.com/GazetadeToledo/videos/146630069790328/

 

Onde comprar peixe em Toledo?

Nessa Semana Santa e principalmente na quarta-feira de cinzas as refeições são em sua maioria a base de peixes. Em Toledo a Casa do Pescado Peixaria situado na Avenida Maripa, recebe diariamente peixes de água doce frasquinho e semanalmente peixes e frutos do mar.  Assista a entrevista nesse link:

Fla solidário reuniu grande ídolos em SMI

Meu amigo Cidão presidente da Fla Toledo, nos enviou o vídeo do evento Fla-solidário realizado em São Miguel do Iguaçu que reuniu Alcindo, Zinho, Bugica, Adílio além do consulado e demais diretores da maior torcida do Brasil.

Fla solidário reuniu grande ídolos em SMI I

Além de ser um evento amistoso e reverencia aos craques do Rubro Negro, o evento também tinha cunho social em arrecadar alimentos paras as entidades de São Miguel. Assista o vídeo nesse link:

Louvável iniciativa dos presidentes de bairros

Das Associações de moradores do Cezar Parque, Bressan e YPÊ que realizaram MUTIRÃO DE LIMPEZA, contra a Dengue no sábado passado e uma segunda etapa acontecerá nessa terça-feira. Assim se acaba com os criadouros do mosquito da dengue.

“Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”

A Campanha da Fraternidade 2020 lançada em Toledo durante coletiva a imprensa, o vigário-geral da Diocese de Toledo, Pe. Hélio Bamberg falou sobre Dom e Compromisso e convidou a todos para refletir sobre o significado mais profundo da vida em suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica.

Foto de Paulo Weber
foto do Jornalista Paulo Weber

“Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” I

Este Texto-Base é referencial de que precisamos para viver, difundir e praticar os preceitos, além de uma abordagem fundamentada para cada um dos pilares, “Viu, Compadeceu e Cuidou”. Assista a entrevista nesse link:

https://www.facebook.com/GazetadeToledo/videos/2570524663274538/