Foto: Reprodução

Patrulha comercial

Uma grande notícia divulgada pelo capitão Jimmy Cajuhy em entrevista à Gazeta é a formação de uma “patrulha comercial”. A finalidade, segundo ele, é proporcionar uma maior aproximação e convívio entre os policiais militares e os comerciantes, para que haja mais entrosamento entre as partes.

Patrulha comercial I

“Alguns PM’s já estão atuando diariamente em várias ruas e avenidas da área central de Toledo e fazendo contatos para que eles participem de um grupo de WhatsApp, que é um canal direto, capaz de dar maior agilidade caso venham necessitar da ação dos policiais militares”, afirmou Capitão Jimmy.

Os chineses debocham do mundo

Primeiro, espalham o vírus direcionado às pessoas com morbidades e de idade mais avançadas. Segundo, vendem a vacina contra as suas próprias invenções. Está mais que na hora de algum presidente, de qualquer república que seja, levantar a bandeira de defesa. Olhem essa imagem:

Foto: Reprodução

Bandidos do latrocínio são de fora

Assim que concluí uma entrevista com o Capitão Jimmy Cajuhy, comandante da 1ª Cia do 19º BPM, nos estúdios da Gazeta, ele foi comunicado sobre o confronto da PM com os dois bandidos que realizaram o latrocínio da empresa de conveniência Bagdá, onde tiraram a vida de um batalhador de família tradicional de nossa cidade, que é a família Bremm.

Bandidos do latrocínio são de fora I

Meus parabéns à Polícia Militar e a corporação da Polícia Civil, que numa ação inconteste de tática e inteligência eliminaram dois dos bandidos que os confrontaram, e que horas mais tarde, prenderam outros dois que tentaram se livrar o fato, comunicando um “suposto” furto do carro usado no crime. Ao todo, foram quatro elementos e poderá ter uma quinta pessoa envolvida.

Bandidos do latrocínio são de fora II

Os quatro envolvidos são todos de fora, originários de cidades distintas, apesar de o carro ter sido emplacado em Medianeira. Há informações de que esse mesmo grupo tenha praticado outros furtos e crimes em outras cidades.

O despreparo e a distorção

Ao ler a manchete de um suposto jornal, sobre o latrocínio ocorrido em nossa cidade nesse 21 de abril, penso que quanto mais houver gente despreparada nas redações (hic), mais me apaixono pela minha equipe, porque descrevem os fatos sem “distorcerem” as narrativas. Ser um jornalista ético, é ter discernimento sobre o que escreve antes de dar o ENTER.

Como descreve o dicionário a palavra NÉSCIO:

Aquele que é desprovido de conhecimento(s), de discernimento; estúpido, ignorante. Ou aquele que não tem aptidão ou competência; incapaz, inepto.

Novas terminologias jurídicas:

Se as imagens mostram que você matou alguém, você só é apenas um “suspeito”. Assinado: Portal Fake News.

Se a polícia, no exercício de sua atividade, abater alguém que está atentando contra a vida dos PM’s e da sociedade, ela é EXECUTORA e não PROTETORA. Assinado: Portal Fake News.