O Secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e o Diretor-Geral José Brustolin Neto realizaram uma reunião com várias lideranças locais de Toledo nesta quinta-feira (13). Na ocasião, o Secretário anunciou a duplicação da Avenida Egydio Munaretto (PR – 317). O evento contou com a presença do Prefeito Lucio de Marchi, Deputado Federal José Carlos Schiavinato, Ex-chefe da Casa Civil Dilceu Sperafico, Líder do Governo na Câmara Estadual, Deputado Hussein Bacri e demais lideranças, além da imprensa local. 

O trecho a ser duplicado é de três quilômetros entre a BR 163 (BR 467) e a Rua 1º de Maio. Neste cruzamento o projeto inicial previa uma interseção em nível (um trevo ou uma rotatória), porém os estudos apontaram a necessidade de uma trincheira, devido à evolução do fluxo de veículos. 

Para agilizar a licitação que contratará a empresa para executar as obras, o Secretário Sandro Alex sugeriu que a iniciativa privada fornecesse o projeto da trincheira, desta forma, diminuiria o tempo gasto com a burocracia do poder público.

“O projeto inicial não previa, mas é necessário uma trincheira. O Estado pode até licitar o projeto, mas isso implicará em um tempo maior para a conclusão da obra. Por isso vamos buscar com os empresários o projeto da trincheira. Com isso garantimos a duplicação da rodovia. Em 2019 um decreto do Governador possibilita a parceria com a iniciativa privada, onde ela pode colaborar com o Governo em projetos que são prioritários nas regiões. O Oeste precisa de infraestrutura e nosso compromisso é com vocês. Assim que tivermos o projeto da trincheira iniciamos a licitação das obras, pois Toledo merece uma obra por completo”, afirmou o Secretário Sandro Alex. 

O Prefeito Lucio de Marchi ressaltou sobre a importância do investimento. “Esse é um momento muito importante para a história de Toledo. Só no último ano crescemos mais de R$ 400 milhões  no Valor Bruto da Produção (VBP). Essa duplicação até a 1º de Maio já é um passo extraordinário, pois é uma grande demanda do Município em todos os aspectos”, exaltou o Prefeito ao citar o potencial e o quantitativo dos rebanhos de suínos, aves e peixes alojados no Município, além da obra do Cense, recém inaugurada às margens da rodovia. 

O Deputado Federal, José Carlos Schiavinato, reafirmou a necessidade da obra. “Toda a movimentação logística de transportes da BRF, 80% passa por ali. Essa duplicação também irá auxiliar o planejamento do município para os eventos futuros nessa região. Futuramente Toledo também poderá assumir esse trecho como urbano, assim como aconteceu com a Avenida Ministro Cirne Lima”, citou. 

O potencial do agronegócio de Toledo e o uso da PR 317 para escoamento da produção foi citado por várias lideranças, entre elas o Ex-chefe da Casa Civil Dilceu Sperafico. “O fluxo de caminhões nesse trecho é muito grande e contribui com o desenvolvimento tanto da indústria, como da zona residencial próxima. A sociedade está reivindicando há anos e agora o Governo do Estado vai autorizar a realização das obras”, explanou. 

O Engenheiro Civil da Superintendência Oeste do DER, Charles Urbano Hostins Júnior, informou que o DER contratou a empresa Engemin Engenharia para a realização do projeto de duplicação da PR 317 (Avenida Egydio Munaretto), que compreende um trecho de aproximadamente três quilômetros. Para um segundo momento já existe a intenção de dar continuidade na duplicação até a Avenida Ministro Cirne Lima, compreendendo um trecho adicional de 4,2 quilômetros. Assunto cobrado entre as lideranças locais do Secretário de Estado na ocasião. 

Pedágio

O Secretário de Estado da Infraestrutura e Logística informou que o Governo do Paraná e o Governo Federal estão alinhados no sentido de definir um novo Anel de Integração, compreendendo as principais rodovias do Estado com vistas a um novo contrato de concessão. O objetivo, segundo Sandro Alex, é reduzir o custo dos pedágios dentro do Estado, conservar e investir nas rodovias e, com os recursos economizados pelo Governo, investir nas rodovias estaduais que não fazem parte do Anel de Integração.

Fonte: Secom/Pref. de Toledo