Beto Lunitti, Beto Preto e Ademar Dorfschmidt. Foto: SESA

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, vistoriou as obras do Hospital Regional de Toledo nesta quarta-feira (7). O Estado já investiu R$ 13 milhões e vai ofertar 69 leitos, sendo 26 cirúrgicos e 33 clínicos, além de dez Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Ele solicitou que sejam levantadas as demandas dos municípios da região, que servirão de base para definir o perfil assistencial do hospital. Além de atendimento de média e alta complexidade, a instituição poderá oferecer outros serviços como, por exemplo, ambulatoriais.

“Esta bela estrutura fará parte de mais um grande projeto regional, atendendo a população do Oeste do Paraná, e vai permitir um melhor fluxo de cobertura assistencial”, ressaltou Beto Preto.

O modelo de cobertura hospitalar será construído com o apoio dos 18 municípios que integram a Regional de Saúde. A unidade igualmente vai fortalecer as estruturas da rede hospitalar da Macro Oeste.

“Há uma espera muito grande da população para que este hospital abra as portas. Podermos definir este perfil de atendimento, com a média e alta complexidade. Nossa missão, pela orientação do governador Ratinho Junior, é permitir que as pessoas sejam atendidas perto de casa e que nenhuma obra fique parada”, enfatizou.

O prefeito de Toledo, Beto Lunitti, agradeceu o compromisso do Governo do Estado em acelerar as obras e fazer investimentos na saúde no município.

“Temos hoje a esperança pela finalização dessa obra. Agradecemos ao governador pelo esforço em olhar de forma sensível para a nossa região. Este hospital vai salvar muitas vidas”, destacou.

O secretário de Estado da Administração e da Previdência, Marcel Micheletto, também acompanhou a visita ao HRT.

Fonte: Agência Estadual de Notícias