Comércio de Toledo espera aquecer vendas para este fim de ano. Foto: divulgação

Por Marcos Antonio Santos

A primeira parcela do décimo terceiro salário deverá aquecer a economia de Toledo para este fim de ano. A expectativa do comércio é que boa parte dos milhões de reais seja para a compra de presentes e o pagamento de dívidas em atraso.

O décimo terceiro salário tem a primeira parcela paga até esta quinta-feira, 30. A partir de 1º de dezembro, o empregado com carteira assinada começará a receber a segunda parcela, que deve ser paga até 20 de dezembro. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário extra injetará R$ 291 bilhões na economia brasileira neste ano. Em média, cada trabalhador deverá receber R$ 3.057.

DÍVIDAS – O professor de Economia da Unioeste/campus de Toledo, Jandir Ferreira de Lima, disse que o décimo terceiro é importante para o pagamento de dívidas e se sobrar algum dinheiro poderá se investir no mercado financeiro.

Ele menciona que a primeira recomendação é de que os trabalhadores quitem as dívidas. “Como a taxa de juros está muito elevada, o custo dos financiamentos tem engolido uma boa parte da renda das famílias. Assim, reorganizar as finanças pessoais quitando dívidas é um passo para entrar o ano novo mais tranquilo”. A atual taxa de juros, a Selic, está em 12,25%, e poderá cair um pouco mais na próxima reunião do Copom, que acontecerá nos dias 12 e 13 de dezembro.

Professor recomenda o pagamento das dívidas. Foto: arquivo pessoal

Segundo o professor, para aqueles trabalhadores que não tem dívidas e tenham sobra do décimo terceiro, sempre é positivo ter uma reserva. “Atualmente, o custo da cesta básica para uma família de 4 pessoas consome mais de 40% do salário mínimo. Então sempre é importante ter uma reserva para eventualidades”. Em Toledo, no mês de outubro, os preços praticados na cesta básica individual passaram de R$ 568,53 em setembro para R$ 561,92 em outubro e de R$1.705,59 para R$ 1.685,77 na cesta familiar.

Além das dívidas atrasadas, a compra de presentes e os alimentos para a ceia de Natal, outra preocupação que o trabalhador precisa ter são com as contas a pagar já no começo de 2024. “Cabe lembrar que a virada do ano traz despesas adicionais com impostos (IPVA e IPTU) e despesas com material escolar. Então uma reserva dos recursos do décimo terceiro ajudarão a fazer frente aos apertos do orçamento familiar no primeiro trimestre do ano novo”, orienta o professor Jandir.

Dinheiro fácil e com rendimentos acima do mercado não existem, na hora de fazer uma aplicação com uma sobra do décimo terceiro é preciso ter muito cuidado.” Para aqueles que querem investir no mercado financeiro o décimo terceiro, sempre é importante ter a orientação de profissionais qualificados. Muitos golpes tem sido aplicados prometendo remunerações e juros exorbitantes. Então o trabalhador tem de estar atento as recomendações dos órgãos de proteção do consumidor”, alerta Jandir Ferreira de Lima.

 O salário extra injetará R$ 291 bilhões na economia brasileira neste ano. Foto: José Cruz/Agência Brasil/arquivo

TRIBUTAÇÃO – O trabalhador deve estar atento quanto à tributação do décimo terceiro. Sobre o décimo terceiro, incide tributação de Imposto de Renda, INSS e, no caso do patrão, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. No entanto, os tributos só são cobrados no pagamento da segunda parcela.

A primeira metade do salário é paga integralmente, sem descontos. A tributação do décimo terceiro é informada num campo especial na declaração anual do Imposto de Renda Pessoa Física.