Nesta quinta-feira (24), o Secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes, estará em Toledo, junto com representantes dos governos de 33 municípios da região, para a definição do cronograma de investimento no Consórcio de Resíduos Urbanos. 

Além da unidade regional receber resíduos gerados nos município, está previsto implementação de unidade de tratamento mecânico do RSU. O material reciclável será reciclado, o orgânico será utilizado na madeira biosintética e geração de energia.

A reunião pretende definir estratégias de investimento na unidade do aterro regional. Os investimentos estimados para implantar a primeira etapa do aterro é de aproximadamente  R$ 6.500.000,00.

O Secretário de Desenvolvimento Sustentável de Toledo, Neudi Mosconi, explica que esse consórcio regional visa otimizar os recursos públicos e reduzir a despesa pública. “Articulamos muito para este momento, ao invés de se ter 33 aterros e 33 equipes, com  maquinário é mais viável e econômico um aterro para todos”, explica.

“Isso vai permitir a consolidação da primeira unidade de tratamento mecânico biológico do lixo, um trabalho que estamos fazendo junto com uma equipe de trabalho da Alemanha e junto com a Itaipu Binacional. Nós vamos estar implementando ela com o objetivo de resolver os problemas de forma consorciada”, destaca Mosconi.

A proposta é para o próximo ano, onde as cidades que estão com seus contratos em vencimento, poderão iniciar o repasse. A coleta do material e a sua transferência será responsabilidade de cada município, serão repassados R$ 100 por tonelada para Toledo. 

Fonte: Secom/ Pref. de Toledo