Cassiel da Rosa. Foto: Arquivo

A pandemia do novo coronavírus trouxe muitas transformações na vida da maioria das pessoas. Na de Cassiel da Rosa, aluno de 14 anos da Casa da Cultura de Toledo, este período cheio de mudanças e desafios proporcionou uma nova experiência: escrever e ilustrar um livro.

À mãe, Solange Lima Rosa, professora da rede municipal de ensino, coube a missão de auxiliar e orientar o filho a canalizar as ideias e desenhos em uma história que pudesse ser contada em um livro. Criativo para elaborar um enredo e ágil para desenhar, não demorou para que o trabalho fosse concluído e lançado pela editora Autografia, que lançou a obra “O mundo de Color” recentemente. 

Em seu site, a empresa descreve o livro desta maneira: “Color vivia em um mundo escuro, onde a tristeza e a solidão faziam parte dele. Sabemos que a escuridão em nossa vida não faz bem, por isso precisamos achar o pincel e colorir um mundo cheio de cor e alegria. O Mundo de Color é um lugar diferente e especial. Daremos espaço para cada um pintar sua vida da melhor forma que puder. Como você imagina o seu mundo?”.

Cassiel explica que Color, personagem principal do livro, nasceu por acaso, rascunhado numa borracha, enquanto esperava a chegada do professor que lecionaria após uma aula de matemática na turma do 9º ano do Ensino fundamental do Colégio Estadual Dr. João Cândido Ferreira. “Ele não tinha nome, nem perfil definido. Alguns dias depois, meu irmão mais novo encontrou aquela borracha e achou muito legal, disse que eu tinha que criar uma história para ele”, recorda o escritor.  “A partir do momento em que escolhi o nome, imaginei uma narrativa e, em função disso, fui fazendo as ilustrações”, explica.

O desenho, aliás, está há mais tempo na vida de Cassiel, desde os três anos de idade. “Apesar dessa experiência, nunca imaginei escrever um livro. Porém, quando chegou a pandemia, consegui parar e focar nos meus desenhos e vi que tinha capacidade para fazer as duas coisas. Isso foi possível com o apoio dos meus familiares, que estão orgulhosos com a publicação do livro”, relata. “Estou muito feliz com o resultado e vou procurar escrever melhor a cada dia. Depois desta, pretendo lançar mais três obras, duas que são continuações de ‘O mundo de Color” [uma inclusive está pronta] e a outra será mais extensa, contando uma história medieval”, anuncia.

Assista, clicando no link abaixo, a entrevista de Cassiel da Rosa à Gazeta de Toledo:

https://www.facebook.com/GazetadeToledo/videos/380907203022359