Foto: Vídeo/Reprodução

Com os presos, foram encontradas peças que podem ser da joalheria assaltada no começo da semana

Por Fernando Braga

Novas informações a respeito de um crime ocorrido ontem em Toledo nos ajudam a entender como se deu a ação dos marginais que arrombaram um estabelecimento comercial durante a madrugada e subtraíram uma Smart TV e um fogão cooktop.

Já tínhamos noticiado a prisão de três bandidos envolvidos no crime, que foi elucidado horas depois, e hoje vamos mostrar a ação deles, que foi captada por câmeras de segurança, e mostrar com o Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal elucidaram o crime.

Nas imagens da câmera de segurança externa, é possível ver que dois dos três bandidos presos chegam em uma motocicleta a loja de móveis planejados, situada na Rua São João, Centro da cidade.

A motocicleta usada na ação foi furtada minutos antes, e posteriormente recuperada pela Guarda Municipal de Toledo. No vídeo abaixo temos as imagens dos dois ladrões invadindo a loja. Eles agiram rápido, mas não demoraram a ser presos.

A Polícia Militar foi a primeira corporação a chegar na loja depois que ela foi arrombada e furtada. Através de diligências, dois indivíduos foram avistados pelos militares. Aparentando nervosismo diante da presença dos policiais, eles foram abordados.

Duas coisas chamaram a atenção dos policiais militares durante a abordagem. Uma delas foi a constatação que um dos indivíduos possuía contra si dois mandados de prisão em aberto. Ele também é apresentado no sistema informatizado de segurança como pessoa monitorada eletronicamente, mas, apesar da medida que deveria cumprir, ele rompeu a tornozeleira eletrônica e não fazia uso do dispositivo.

A outra coisa que chamou a atenção dos policiais foi a constatação de que os dois estavam usando correntes douradas. Ao recolher os objetos, os policiais verificaram que eram muito semelhantes a algumas das peças levadas de uma joalheria que foi assaltada na manhã da manhã da última segunda-feira (20). Perguntados sobre a procedência das correntes, eles caíram em contradição. Aos policiais, um deles disse que tinham comprado as correntes de um usuário de drogas, enquanto o outro contou que eles tinham sido presenteados por uma mulher em uma boate. As joias foram apreendidas e encaminhadas para a delegacia.

Os dois suspeitos tinham fotos e vídeos da Smart TV e do fogão cooktop em seus celulares. Diante disso, não conseguiram negar a participação no furto e indicaram a residência onde os objetos foram ocultados. Equipes da Polícia Civil foram até a casa, que fica na Rua Paraíba, na Vila Pioneiro, encontraram o material furtado e prenderam outro homem que lá se encontrava. Os dois primeiros presos responderão por furto e o último, por receptação. Identificados como M.G.S., V.C.O. e M.P.S., os criminosos têm entre 36 e 41 anos e estão recolhidos na Cadeia Pública de Toledo, onde permanecem a disposição da Justiça.

Quanto à moto utilizada no crime, os presos indicaram que ela estaria escondida no Bairro Pinheirinho. Os policiais militares foram até lá e não a encontraram. A Guarda Municipal, por sua vez, também recebeu pela manhã a informação de que uma moto, cuja placa possuía alerta de furto estaria em uma boate no Pinheirinho, mas equipes da GM foram até lá e não a encontraram.

Mais tarde, de posse da placa e das características da motocicleta, uma equipe da Guarda Municipal realizava patrulhamento pela Vila Operária, quando avistou a motocicleta na Rua Ipiranga.

Foto: Guarda Municipal de Toledo

Por volta das 17 horas, os agentes da Guarda Municipal recuperaram a CG 150 e a encaminharam para a 20ª SDP para que fosse restituída ao proprietário.

No vídeo abaixo, vemos a ação dos criminosos por outro ângulo, através das imagens captadas por uma câmera instalada dentro da loja.