Foto: Reprodução/Vídeo

O assalto durou apenas dois minutos e uma funcionária foi agredida na cabeça

Por Fernando Braga

Um assalto no centro de Toledo chamou a atenção na manhã desta segunda-feira (20) e revoltou comerciantes e a população em geral. A Bela Joias, loja de relógios e joias, foi alvo de um assaltante que adentrou armado ao estabelecimento comercial e praticou, com violência, o crime.

Uma viatura da Polícia Militar realizava patrulhamento pela Rua Barão do Rio Branco, quando a equipe policial visualizou uma movimentação de pessoas em frente à loja. Ao se aproximar, os militares foram informados do assalto que acabara de acontecer. De acordo com a proprietária, um homem armado com uma pistola prateada entrou na loja, às 08h38, e deu voz de assalto.

O bandido ordenou que as quatro mulheres que estavam no local, a proprietária e três funcionárias, sentassem ao chão e em seguida começou a saquear as prateleiras. Depois, ele mexeu nas gavetas e enquanto as saqueava, uma funcionária olhou diretamente para ele, motivo que irritou o criminoso, que agrediu a mulher com um golpe na cabeça.

Após o roubo, o ladrão fugiu pela Rua Barão do Rio Branco sentido ao Largo São Vicente de Paula, levando consigo uma bandeja com cerca de 50 pulseiras de prata, que valem ao menos R$ 25 mil, 40 correntes de prata masculinas, com valor aproximado de R$ 30 mil, e 50 peças femininas banhadas a ouro, que valem aproximadamente R$ 6 mil. O prejuízo ultrapassa R$ 60 mil. Além das peças da loja, o criminoso também levou 01 iPhone XR de cor branca e 01 iPhone 7 Plus preto das vítimas.

O homem é alto e foi descrito pela proprietária com aproximadamente 1,90 m de altura. Ele estava trajando uma blusa de cor cinza listrada e com capuz que encobriu sua cabeça o tempo todo, calça jeans e coturno de cor bege. Também usava máscara descartável preta e carregava mochila de cor preta.

De acordo com o registro das câmeras de segurança do local, o assalto durou dois minutos e oito segundos.

A Polícia Militar e a Polícia Civil estão investigando o assalto e realizando buscas pelo criminoso.

No vídeo abaixo, é possível ver a ação do marginal. Quando entra, ele vai direto ao fundo da loja, rende as mulheres e as traz para o lado de trás do balcão onde estão as gavetas. Enquanto esvazia as gavetas, ele dá um soco na cabeça de uma das funcionárias. Depois pega os celulares e vai embora com a mochila cheia.