O vereador Gabriel Baierle participou de uma série de manifestações contra a instalação da praça de pedágio entre Cascavel e Toledo com o objetivo de demonstrar e sensibilizar o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas que está em visita à região neste dia 1º.

A mobilização começou com uma vigília entre as 19 horas da quarta-feira, dia 31, até às 7 horas desta quinta-feira, dia 1º. O ato, realizado em Sede Alvorada, contou com a presença de diversos vereadores de Toledo, entre eles, Jozimar Polasso, Dudu Barbosa, Marcelo Marques e Professor Oseias e de Cascavel, entre eles, o presidente daquele Legislativo, Alécio Espínola. Para encerrar a vigília lideranças políticas e comunitárias fecharam a rodovia BR 467 por cerca de 10 minutos no sentido de mostrar reação contra a proposta do governo.

Mais tarde, o vereador Gabriel Baierle também esteve juntamente com os vereadores Gilson Francisco e Valdir Rossetto, outras lideranças políticas e representantes de entidades de classe da manifestação em frente à prefeitura de Cascavel onde o ministro se reuniu para discutir sobre o pedágio. “Foram manifestações pacíficas. Um dia intenso e histórico onde mostramos, mais uma vez, claramente que somos contra o pedágio entre as duas cidades”, comenta Baierle.

Baierle liderando o movimento

O vereador Gabriel Baierle foi a primeira liderança local a se manifestar contra o pedágio entre Toledo e Cascavel. Se pronunciou no dia 19 de janeiro, depois que a imprensa trouxe a informação dos estudos para as novas concessões. No mesmo dia produziu ofício manifestando a opinião que recebeu a assinatura e adesão de todos os vereadores de Toledo. Documento que foi enviado ao governador, ao ministro da Infraestrutura, a deputados estaduais, ao deputado federal e a algumas entidades de Toledo.

Neste tempo, inúmeras entidades também se manifestaram em notas oficiais contra o modelo apresentado. O vereador Gabriel participou de reunião entre Executivo e Legislativo sobre o assunto. Também teve papel fundamental na formação, juntamente com vereadores de 15 municípios, da Frente de Vereadores do Oeste Contra o Pedágio. Ele integra ainda um Movimento Contra o Pedágio que reúne diversas entidades organizadas de Toledo.

Teve inúmeras participações na imprensa que se abriu para o debate, contando inclusive com a participação de deputados estaduais. Participou de Audiência Pública da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) e também de audiência promovida pela ANTT.