Em abordagem normal a PRF e PF encontraram 1,570kg de maconha em fundos falso de uma van devidamente preparada para competição de Velo Cross para ludibriar as fiscalizações.   O fato ocorreu no km 350 da BR 163, no município de Guaíra-PR, a Van com placas de Toledo onde durante a averiguação ao interior do veículo com a ajuda de cachorros adestrados detectaram os 1.570 quilos de maconha.  Foi dado a voz de prisão ao condutor de 36 anos que afirmou ter carregado a droga em Ponta Porã MS e traria a cidade de Toledo.

Assista ao vídeo:

Moto Clube de Toledo emite Nota de esclarecimento

O presidente do Moto Clube de Toledo, Maicon Stuany, disse ao Jornal Gazeta que, estranhou ver essa Van circulando na cidade e nunca, procurou o Moto Clube que agrega todas as equipes constituídas legalmente na cidade e que, os desportistas não se envolvem com drogas.  

NOTA DE REPÚDIO E ESCLARECIMENTO

O Moto Clube de Toledo fundado em 1981 devidamente legalizado como entidade representativa e Jurídica sob o nº de CNPJ 78.115.615/0001-50, instalada na estrada que liga Toledo a Linha Mandarina, vem a público esclarecer:

  1. O acontecido deste final de semana (apreensão de droga em um veículo adesivado MOTOCROSS / VELOCROSS) não tem qualquer conotação ou vínculo com sócios membros da entidade.
  2. Desconhecem as pessoas detidas e da mesma forma, nunca teve contatos com os indivíduos e que os mesmos jamais participaram de qualquer evento esportivo nas dependências do Moto Clube Toledo, no Circuito MW Velo Cross e nas demais disputas nacionais.
  3. Portanto, qualquer citação ou publicidade que vincule o esporte que o Mote Clube representa em Toledo e região sem a devida legalidade, filiação e participação não é de responsabilidade do Moto Clube de Toledo
  4. Que lamenta e repudia as pessoas de má fé, índole e caráter se apropriem do esporte sadio para o crime.

Att

Maicon Bruno Stuani

Presidente Moto Clube de Toledo