Autorização foi publicada no site da Administração Geral das Alfândegas da China (GACC)

A planta de Dourados (MS) da BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, foi reabilitada hoje para exportar frangos para a China. A autorização se deu após inspeção realizada pela Administração Geral das Alfândegas da China (GACC) na unidade. A retomada das exportações deve acontecer nos próximos dias.

“A liberação para a retomada de exportações para o país asiático, mercado estratégico para a BRF, reforça o compromisso da Companhia com a qualidade de seus produtos e com a saúde e segurança dos seus colaboradores”, declara Lorival Luz, CEO global da BRF.

A unidade de Dourados havia sido suspensa pelo GACC em julho deste ano. Atualmente, a BRF possui 15 unidades habilitadas para exportar para a China, sendo 10 de aves, 4 de suínos e 1 de miúdos de suínos.

Sobre a BRF    

Maior exportadora global de frango do mundo, a BRF está presente em mais de 130 países e é dona de marcas icônicas como Sadia, Perdigão e Qualy. Seu propósito é oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Pautada pelos compromissos fundamentais de segurança, qualidade e integridade, a Companhia baseia sua estratégia em uma visão de longo prazo e visa gerar valor para seus mais de 90 mil colaboradores no mundo, mais de 250 mil clientes e aproximadamente 10 mil integrados no Brasil, todos os seus acionistas e para a sociedade.