Foto: Carlos Rodrigues

Os equipamentos foram adquiridos com recursos próprios e custaram R$ 125 mil

A Secretaria de Saúde recebeu na manhã desta terça-feira (29) quatro aparelhos para somar nos serviços de urgência e emergência, principalmente para pacientes de Covid-19 que apresentam um quadro mais grave. Cada Monitor Cardioversor Bifásico DualMax custou R$ 31.240,00 de recursos próprios do Município de Toledo. Ao todo, o investimento foi de R$ 124.960,00 nos quatro equipamentos. 

A Secretária de Saúde, Denise Liell, informou que os cardioversores serão destinados para os serviços de urgência e emergência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), duas unidades para cada local. 

“Com esse investimento pretendemos dar mais segurança aos profissionais de saúde para que possibilite dar a assistência adequada aos pacientes”, salientou Denise. Ela contou ainda que, ainda este ano, “tivemos que transportar um paciente para Cascavel e foi necessário o uso de um equipamento similar para garantir a sobrevida do mesmo”.

O Diretor da Rede de Urgência e Emergência, Douglas Silvestre Cabral, explica que o paciente Covid está mais suscetível a necessitar o uso dos cardioversores. “O paciente será melhor assistido e o aparelho vai funcionar como monitor que verifica o tempo todo a frequência cardíaca e pressão arterial, com a vantagem ainda de imprimir o resultado do eletrocardiograma ”. 

O Diretor disse ainda que o ventilador pulmonar, muito usado para os pacientes com Covid-19 que são entubados, só monitora a parte de oxigenação, já este aparelho acrescenta o monitoramento da saturação de oxigênio no sangue e o monitoramento cardíaco. “Além disso, além de acompanhar os sinais vitais o tempo todo, ele também pode ser utilizado com a função de desfibrilador caso seja necessário”.

Foto: Carlos Rodrigues

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação