Uma entrevista técnica e exemplar

Na edição Gente & Poder do último sábado, aqui na Gazeta, entrevistei o hoje maior líder do segmento cooperativista de Toledo e diretor executivo da Primato, Anderson Sabadin, juntamente com o secretário do Desenvolvimento Ambiental, Maicon Stuani, e um dos maiores entendidos do setor de produtivo e meio ambiente, Leoclides Bisognin.

Todo o dia e Dia do Meio Ambiente

Para o engenheiro agrônomo e presidente da câmara, Leolcides Bisognin, falar sobre o meio ambiente só no dia em que se comemora está errado, porque nós vivemos ele todos os dias.  “Já tivemos o famoso ‘lixão’ em Toledo, e hoje nós temos o aterro sanitário porque buscamos sempre as melhores soluções”, disse Bisognin. (Assista abaixo o vídeo na íntegra)

Mundo cooperativo

Sobre as práticas de preservação e educação, Sabadin demonstrou que a governança corporativa é à base de todos os negócios. Que na Primato há um conjunto de práticas utilizadas para aumentar a confiabilidade de uma empresa e/ou uma marca, e esses exemplos são aplicados a todos os associados e colaboradores, em todos os ambientes, a começar pela educação e preservação ambiental.

Assista a entrevista nesse link:

Pedido de desculpas

Vereador Oseias teceu críticas, de forma educada e até com luva de veludo, ao líder de governo sobre a sua falta de respeito para com os demais pares. “Que o ‘líder’ cuide mais das palavras, pois afirmar que nós, os vereadores, ‘não sabemos ler os projetos e ou decretos’, atinge até a possibilidade de decoro”, afirmou Oseias.

Pedido de desculpas I

“Todos têm suas ‘limitações’ nas intepretações, mas explanar no plenário é desrespeitoso, principalmente vindo de quem exerce a liderança de governo, e assim se explicita a posição do governo. Se o líder puder se explicar ou pedir desculpas, seria o mínimo de inteligência e comprovação de que estamos abraçados por Toledo”, declarou Oseias.

SILÊNCIO, ARROGÂNCIA e DESLEALDADE

Além de o tal “líder” não responder a sugestão feita pelo colega vereador Oseias, novamente preferiu ficar na sua “arrogância” e no contra-ataque sobre sua outra “KK”, quando o mesmo envolveu o nome da ex-secretária de Educação Edna Schaeffer de forma “desagregadora e desarmoniosa”.

A aula do “professor”

Com certeza, o tal líder que mais parece ser “oposição” que situação, teve uma aula magna de “como ser um líder”, a começar pelo recado: “quando você souber ser um líder, lhe concedo um aparte”. 

Assistam à aula nesse vídeo. É gratuita.

Gabriel Baierle se revolta

Ele iniciou sua fala na tribuna afirmando: “vereador (…bubu), fico muito triste quando você toca o nome da ex-secretária Edna Schaeffer”. “Ela sim foi uma secretaria exemplar. O trabalho seu foi magnifico na Secretaria de Educação. Me emociono quando falo seu nome porque ela soube e  sabe o que fazer na educação”, afirmou  Gabriel. Entristece-me ver que a envolveram sobre essa questão da “ideologia de gênero” sabendo que ela não assinou tal projeto, externou Baierle em tom de desabafo e revolta com o Líder do Governo.

Foto: Reprodução/Vídeo

Em aparte

A vereadora Olinda Fiorentin, em aparte cedido por Gabriel, lembrou: “quero estender minha gratidão como mãe e como mulher afirmando que Edna Scheaffer iniciou os trabalhos como secretária em um momento que estava ‘debilitada’ por estar fazendo QUIMIO E RÁDIOTERAPIA, e mesmo assim foi uma guerreira em levantar essa secretaria como um exemplo de secretária. E eu como mulher, tenho que a defender. Gabriel muito obrigado pelas sábias palavras por você proferidas a essa ‘senhora, mãe e cidadã’ dessa cidade”.

Foto: Reprodução/Vídeo