As 36 maiores cidades do Paraná foram avaliadas pelo Tribunal de Contas do Estado

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná publicou o Relatório Geral de Fiscalização nº 83/2020, elaborado por sua Coordenadoria de Auditorias (CAUD). O documento resulta de um levantamento realizado pela Corte junto às prefeituras das 36 maiores cidades paranaenses entre abril e setembro deste ano.

O objetivo do estudo foi verificar o grau de esforço das administrações municipais em implantar ações para enfrentar as crises advindas da pandemia da Covid-19 nas áreas da saúde, da assistência social e do desenvolvimento econômico voltado à geração de emprego e renda. De um modo geral, as iniciativas adotadas por esses 36 municípios foram avaliadas positivamente e Toledo obteve destaque, ficando entre as 10 melhores avaliações.

Conforme o relatório, os municípios, em regra, possuem ferramentas para prevenir a disseminação da doença e manter a população informada por meio da publicação de boletins epidemiológicos. Também foi possível constatar que as prefeituras se preocupam em adquirir equipamentos de proteção para seus profissionais de saúde.

O resultado exposto no relatório foi obtido a partir das respostas ao questionário aplicado pelo TCE-PR, além das análises dos esclarecimentos e/ou documentação comprobatória encaminhados pelas prefeituras.

A cidade de Ponta Grossa obteve a melhor avaliação, seguida por Londrina e Pinhais. Os outros municípios com melhores desempenho vêm em seguida, com Toledo figurando ao lado de Curitiba, Araucária, Arapongas, Umuarama, Piraquara e Ibiporã.

As outras cidades avaliadas foram: Almirante Tamandaré, Apucarana, Cambé, Campo Largo, Campo Mourão, Cascavel, Castro, Cianorte, Colombo, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Irati, Marechal Cândido Rondon, Maringá, Palmas, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Prudentópolis, Rolândia, São José dos Pinhais, Sarandi, Telêmaco Borba e União da Vitória.

No questionário, foram aplicadas 34 perguntas, divididas em quatro Eixos (Geral, Assistência Social, Saúde, Emprego/Renda). O sistema de atenção primária a saúde, a implantação de um comitê de gestão de crise e os desafios no campo da assistência social, estão contemplados no questionário, consolidado com 19 itens, apresentados no documento publicado no final do texto.

Os resultados estão divididos em três classificações:

a) Não constatado: quando a resposta inicial do gestor foi satisfatória;

b) Justificado: após solicitação de documentação complementar, o gestor apresentou resposta aceitável;

c) Constatado: quando a resposta do gestor, mesmo após documentação complementar, foi insatisfatória.

Dos 19 itens, Toledo obteve resultado satisfatório em 13 deles, 05 foram classificados como aceitável e 01 insatisfatório.

Abra o documento a seguir e confira os grupos de perguntas e o resultado dos 36 municípios avaliados: