O prefeito em exercício Ademar Dorfschmidt disse que jamais esperou assumir o cargo desta maneira. Foto: Decom/CMT

A sessão da Câmara de Toledo desta segunda-feira (22), teve a leitura de ofício do prefeito Beto Lunitti comunicando seu afastamento para tratamento da saúde em função da Covid-19, com transmissão do cargo ao vice-prefeito Ademar Dorfschmidt. O prefeito estava em tratamento em casa nos últimos dias, mas por solicitação da família e após avaliação médica definiu por seu pedido de licença por tempo indeterminado para tratamento da saúde.

A sessão da Câmara teve a leitura do ofício do prefeito ao vice-prefeito, entregue pelo próprio Ademar Dorfschmidt, o qual teve a tribuna liberada por 10 minutos pelo presidente da Câmara, Leoclides Bisognin, para falar aos vereadores e à população. O vice-prefeito disse que jamais esperou passar por algo assim e entregou os documentos da reunião às 11:30h no Gabinete do Prefeito quando Beto Lunitti formalizou o pedido de licença do cargo de prefeito de Toledo.

O prefeito em exercício Ademar Dorfschmidt disse que jamais esperou assumir o cargo desta maneira e disse que hoje é provavelmente o dia mais difícil desta pandemia, pois apenas durante uma hora e meia de reunião pela manhã com a Acit recebeu informações da perda de vários amigos e conhecidos pela Covid-19. Ademar pediu apoio à Câmara, destacou a liberação de recursos de meio milhão pelo Legislativo à saúde.  “Me ajudem a conduzir este município, pois este município é merecedor de boas políticas, pois aqui vive gente do bem”, disse o prefeito em exercício de Toledo.

Ademar também disse sobre a pandemia que “fizemos o possível e o impossível para salvar vidas”, apontando num pequeno balanço que o Mini Hospital/Pronto Atendimento Municipal tinha 3 pontos de intubamento que foram passados para 20, enquanto Toledo passou de 22 vagas de UTI para 46, sendo 24 para Covid, mais 28 vagas de UTI em Assis Chateaubriand e quatro em Palotina, citando o apoio do governo estadual, que se prontificou a ajudar. O prefeito em exercício Ademar Dorfschmidt pediu que o dia sirva de reflexão, defendendo que não se tome decisão unilateral, mas com Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público, “todos os entes”.

Fonte: Decom/CMT