Foto: Julia Lazzari

A Prefeitura de Toledo publicou, na quinta-feira (17), o Decreto nº 165/2021 reforçando as medidas com o intuito de diminuir o contágio pelo coronavírus. A regulamentação mantém a restrição de circulação de pessoas entre às 20h e às 5h, gerando impacto direto no atendimento de bares e restaurantes. Diante das dificuldades enfrentadas pelos empresários do setor, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico organizou uma reunião com representantes do comércio noturno e do Executivo Municipal.

A agenda foi intermediada pela Associação Comercial e Empresarial de Toledo (ACIT) e durante o encontro Dorfschmidt lembrou que na próxima semana será publicado um novo decreto (o atual vale até dia 23) ampliando o horário de atendimento para às 23h. “Todos deverão cumprir as regras da resolução estadual e manter todos os cuidados para diminuir a circulação do vírus”. Entre as medidas estão a limitação de número de pessoas nos ambientes, disponibilidade de álcool em gel e distanciamento. 

Ao anunciar a extensão do horário, Ademar reforçou aos presentes que a fiscalização será bastante rigorosa. “Precisamos da contrapartida da sociedade, neste caso dos empresários do setor. Queremos que todos tenham condições de trabalhar, de gerar emprego e renda, mas não podemos tolerar que quem cumpre as regras seja penalizado pelos que não promovem todos os cuidados”, frisou.

O vice-prefeito ainda acrescentou que o Executivo Municipal, diante do quadro pandêmico, teve decisões difíceis para tomar e reduzir o horário para o atendimento do comércio, sabendo das dificuldades que os bares e restaurantes enfrentariam, foi uma delas. “Nossa intenção nunca foi punir ninguém, sempre foi preservar vidas. Contamos com o compromisso de todos nesta batalha que estamos travando”. 

Esforço conjunto

Na última semana diversas empresas do setor anunciaram um fechamento voluntário dos estabelecimentos com o intuito de contribuir para a diminuição da circulação do vírus. “Esses empresários entenderam a gravidade do momento que Toledo e o Paraná passa, com UTI’s [unidades de terapia intensiva] lotadas, bem como o Pronto Atendimento Municipal [Mini Hospital]. Só temos a parabenizar pela atitude humanitária que eles tiveram”, salientou o vice-prefeito.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação