Pesquisa Unioeste: Cesta básica tem aumento de 7,81% em Cascavel

    O Projeto de Extensão: Determinação mensal do custo de Cesta Básica de alimentação em Cascavel – PR da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) constatou que o valor da Cesta Básica Individual de alimentos no município, comparado com agosto de 2020, registrou aumento de 7,81% passando de R$ 403,00 para R$ 434,49.

    Dos 13 produtos pesquisados em Cascavel, 10 tiveram aumentos nos seus preços, com destaque para o tomate (40,31%), o arroz (29,28%), a banana (27,69%) e o óleo de soja (25,93%). Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), a elevação do preço do tomate ocorreu devido a menor oferta do produto no mercado. O preço do arroz foi consequência do aumento das exportações e o baixo estoque regulador. A importação do grão com imposto zero não resultou na queda do preço esperada pelo governo.

    Já em relação ao preço da banana, a baixa procura da fruta e a maior demanda no Sul e Sudeste resultaram no aumento do preço deste produto. Os baixos estoques de soja e derivados e a alta demanda externa e interna provocaram o aumento do preço do óleo.

    Em razão do aumento do dólar, os produtores internos estão preferindo exportar seus produtos para o exterior a abastecer o mercado local; isto tem provocado a elevação dos preços de vários produtos da cesta básica. O resultado foi o aumento no valor da cesta básica de Cascavel pelo segundo mês consecutivo.

    Por outro lado, ocorreu queda nos preços de três produtos também pesquisados. As principais variações negativas foram observadas na batata (16,01%), na margarina (7,18%) e no café (1,95%). O preço da batata caiu devido ao avanço da colheita e o calor que elevaram a oferta do tubérculo. O preço da margarina reduziu devido as promoções no mês de setembro. Já o preço do café foi afetado pelas expectativas de boas safras.

    Análise Comparativa com outros Municípios

    Em relação às cidades da região Sudoeste Paranaense, observou-se aumento nos valores: em Pato Branco (9,24%), Dois Vizinhos (5,27%), Francisco Beltrão (3,50%) e Realeza (3,33%).

    Análise sobre a Cesta Básica Familiar e o Salário Mínimo necessário

    O aumento nos preços dos produtos da Cesta Básica Individual de Alimentos provocou uma elevação de mesma magnitude no valor da Cesta Básica Familiar com alimentação. A Cesta Básica Familiar em Cascavel passou de R$ 1.208,99 em agosto para R$ 1.303,46 em setembro. Assim, o Salário Mínimo Necessário para compra de alimentos e outros itens básicos para uma família de dois adultos e duas crianças em Cascavel aumentou de R$ 3.385,57 em agosto de 2020 para R$ 3.650,14 em setembro.

    Fonte: Assessoria

    Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
    Facebook
    Twitter
    Youtube
    Instagram