A professora Solange Martins Paulo, que acompanhou a atleta Francesca Genuzio Paz, no Campeonato Mundial Juvenil, realizado Rússia, de 19 a 21 de julho, avalia que a participação traz experiências positivas, tanto para a atleta, como para ela, como técnica. “Somente ver como elas se prepararam, treinar ao lado delas já é um aprendizado”, destaca a técnica. Francesca, que treina em Toledo desde 2014, participou pela primeira vez de um mundial e ficou impressionada com o talento e o desempenho das atletas participantes. A ginasta participou da competição representando a Bolívia e competiu em dois aparelhos.

Conforme Solange, Francesca ainda é uma atleta muito jovem e esta foi a sua primeira participação em um Mundial. Ela acredita que esta participação foi importante para a atleta ver o trabalho de outras ginastas, grandes talentos na ginástica rítmica, e se inspirar nelas para continuar treinando, muito focada em seus objetivos. “A gente percebe que as atletas querem os resultados, mas não estão dispostas a fazer o esforço necessário para atingir este objetivo. É preciso estar muito focada, treinar muito, melhorar todos os dias um pouco para chegar ao pódio, A oportunidade que ela teve de treinar e competir ao lado de grandes potenciais mundiais, no berço da ginástica rítmica, certamente vai servir de inspiração” , observa.

“Eu fiquei bem feliz de ter participado do primeiro Mundial Juvenil. Eu consegui ver o nível das ginastas da minha categoria e independente dos resultados foi uma experiência única”, destacou ela que retornou aos treinos em Toledo para preparar-se para as demais competições ainda previstas em 2019.

O projeto de Ginástica Rítmica de Toledo, com 29 anos de atuação no município, conta com as parceiras do Sesi e prefeitura de Toledo e  com patrocínio de O Boticário, Sanepar e Itaipu Binacional, através de recursos obtidos pela da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte/Governo Federal.   

Fonte: Assessoria GR Toledo