Após safra brasileira recorde em 2018, agronegócio é consagrado campeão do PIB e da inflação baixa, e celebrado por muitos como garantia de comida na mesa. Toledo e seus produtores fazem suas parte. O nosso Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) 2019 atingiu R$ 2,689 bilhões, maior valor nominal já registrado na série comparando com as produções das últimas safras.

R$ 2,689 bilhões é o VBP de Toledo I

No Paraná, o VBP de 2018, que foi de R$ 89,78 bilhões, o resultado representa um ganho real de 3%, e um crescimento nominal – sem os descontos da inflação -, de 9%. As informações são do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento.

R$ 2,689 bilhões é o VBP de Toledo II

Os números preliminares, correspondentes aos valores reais, representam o faturamento bruto dos produtores com a comercialização da safra 2018/19, incluindo cerca de 350 produtos da agropecuária e o desempenho das regiões e municípios paranaenses.

R$ 2,689 bilhões é o VBP de Toledo III

As regiões com maior participação no VBP em 2019 foram, respectivamente, Oeste (23%), Norte (14%), Sudoeste (12%) e Noroeste (9%).  Para o Secretário da Agricultura de Toledo, Lídio Michels, esses números devem ser ainda mais expressivos, porque o agronegócio em Toledo, na contramão de outros setores da economia nacional mantendo-se em crescimento, devido a sua “diversificação” na produção agro.

R$350 mil reais para saúde de Toledo

O deputado federal dor Republicano Pastor Aroldo Martins, conseguiu verba no valor de R$ 350 mil reais para serem aplicados na saúde pública de Toledo. Em cerimônia rápida, o presidente do partido em Toledo, empresário Beto Ignacio e o Pastor Cristiano Jardim, representaram o deputado em ato de comunicado ao prefeito Lucio de Marchi que agradeceu a inciativa.

Cristiano Jardim – Prefeito Lúcio de Marchi e Beto Ignácio presidente do REPUBLICANOS em Toledo

Município estabelece, por meio do Decreto nº 890/2020, novas medidas de enfrentamento ao Sars-Cov-2

A pandemia do novo coronavírus ainda inspira cuidados, mas, diante de um quadro de queda no registro de casos em virtude de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), Toledo flexibiliza o funcionamento de vários estabelecimentos. Publicado no órgão oficial desta sexta-feira (07), o Decreto nº 890/2020 altera o Decreto nº 843/2020, permitindo a ampliação do horário de atendimento e estabelecendo protocolos menos restritivos para as atividades religiosas coletivas e liberação atividades de escolas de música.
https://www.toledo.pr.gov.br/noticia/pandemia-confira-o-decreto-que-estabelece-novos-horario-de-funcionamento-para-varios

OAB defende retomada de atividades presenciais do Judiciário

Em carta aberta enviada ao TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná), 9º TRT (Tribunal Regional do Trabalho) e 4º TRF (Tribunal Regional Federal), a Subseção de Cascavel da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pediu a reavaliação de normas administrativas que impedem a retomada de serviços presenciais por parte do Poder Judiciário, em razão da pandemia do novo coronavírus.

OAB defende retomada de atividades presenciais do Judiciário I


Segundo a OAB-Cascavel, desde março, com o adiamento de audiências, limitação de acesso às dependências forenses e dificuldades enfrentadas no atendimento remoto por servidores e magistrados, há um enorme prejuízo a jurisdicionados e advogados, ainda que tais medidas de contingenciamento tenham sido válidas e eficazes.

OAB defende retomada de atividades presenciais do Judiciário II


Para a Subseção da OAB, no atual momento, soa contraditório que a maior parte das atividades esteja sendo retomada de forma gradativa, como estabelecimentos comerciais, agências bancárias e lojas de departamento, enquanto o Judiciário segue inacessível e sem o adequado atendimento à população.

OAB defende retomada de atividades presenciais do Judiciário III


Além disso, no que se refere aos demais poderes, como legislativo ou Executivo, tanto nos âmbitos municipais e estaduais eles estão, aos poucos, restabelecendo um cronograma de retomada das atividades presenciais. Em outros estados, ressalta a nota, uma série de Tribunais de Justiça já retomaram a normalidade, como São Paulo, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Minas Gerais e outros. “Solicitamos a retomada mediante consulta prévia e amparada em informações técnicas prestadas por órgãos públicos, em especial o Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária e a Secretaria Estadual de Saúde”, cita o documento.

OAB defende retomada de atividades presenciais do Judiciário IV

A carta aberta foi assinada conjuntamente pelos advogados Jurandir Parzianello (presidente da Subseção), Paulo Roberto Pegoraro Junior (vice-presidente), Juliano Tolentino (secretário geral), Silvia Regina Mascarello Massaro (tesoureira) e Rossana do Nascimento Schreiner (secretária geral adjunta).

Tribunal de Justiça do Estado do Paraná determina 16 de setembro a volta dos trabalhos nos poderes.

A partir de 16 de setembro de 2020, salvo determinação em contrário, serão reabertas as instalações do Poder Judiciário, com a retomada gradual das atividades presenciais a serem desempenhadas por magistrados, servidores e estagiários que estejam habilitados ao retorno, nos termos das disposições deste Decreto e seus Anexos. § 1.º Aplicam-se as disposições deste Decreto às unidades judiciárias do primeiro e segundo graus de jurisdição e a todas as unidades administrativas. Veja Decreto completo:

DECRETO 401-2020 – RETOMADA-assinadoBaixar