Moção de Aplausos para o servidor José Carlos de queiroz

Da Redação

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) completa 30 anos nesta sexta-feira, 11 de setembro. Considerada o grande marco na evolução da defesa do consumidor brasileiro, a Lei 8.078, de 1990, é de ordem pública e de interesse social. Sua instituição promoveu inúmeras inovações e se tornou referência para diversos países.

Para marcar a data, a Gazeta de Toledo realizou uma entrevista especial, transmitida pela manhã, com o ex-coordenador do Procon de Toledo, José Carlos de Queiroz, e com o atual coordenador da entidade, Welington José de Oliveira.

O órgão que ampara os direitos do consumidor, denominado Programa de Proteção e Defesa do Consumidor, é mais conhecido pela sigla Procon. Durante a entrevista, soubemos que devido ao momento pandêmico que atravessamos, o atendimento aos munícipes sofreu alterações. De acordo com Welington, a equipe de trabalho foi reduzida e para facilitar o acesso das pessoas à entidade, o atendimento tem sido feito pelo telefone, além do canal criado através do aplicativo WhatsApp, que serve para as pessoas tirarem dúvidas, receberem orientações e fazerem denúncias. O número do WhatsApp do Procon de Toledo é (45) 9.9973-6854.

Outros assuntos tratados em nossa conversa foram a importância do órgão para o município, o trabalho realizado e a conquista da nova sede, que deve ficar pronta ainda esse ano. Parte desses avanços se deve ao trabalho de José Carlos de Queiroz, que esteve ao longo de anos à frente da entidade. Graças a sua dedicação ao trabalho e ao empenho que teve junto com sua equipe para desenvolver as ações necessárias para garantir os direitos dos consumidores de Toledo, Queiroz, como é conhecido, obteve na última semana o reconhecimento público que coroou sua carreira. Por iniciativa do vereador Leoclides Bisognin, Queiroz, que está aposentado desde o ano passado, foi agraciado com uma Moção de Aplausos na Câmara Municipal de Toledo. Ele agora se dedica a outra de suas paixões, a advocacia.

 Histórico

Para entendermos a contribuição que José Carlos de Queiroz deu à sociedade toledana, vamos resgatar um pouco da sua história e retornar aos momentos que antecederam seu ingresso no serviço público.

Nascido em 1962 em Florestópolis (PR), filho de Josafá Brandão de Queiroz (in memoriam) e de Martha de Sá Andrade Queiroz (in memoriam), José Carlos, o mais velho de seis filhos, veio com a família para a região de Toledo e morou no município vizinho de Ouro Verde do Oeste, fixando residência na Linha Brandão.

Para facilitar os estudos, em 1981 veio para Toledo, onde obteve o primeiro emprego com registro em carteira, na Sadia Agropastoril, trabalhando como Auxiliar de Incubatório. Mais tarde foi Auxiliar de Montagem na Fundição Ignis Ltda., empresa da qual saiu posteriormente quando foi contratado pelo saudoso Antônio Ademar Heiss para exercer o cargo de mecânico no Parque de Máquinas da Prefeitura de Toledo.

A partir da admissão na prefeitura, a vida começou a tomar outros rumos e depois, trabalhando em escritório, juntamente com os irmãos Jorge Roberto de Queiroz, Cláudio Brandão de Queiroz e Jairo Brandão de Queiroz, teve como encarregado o também saudoso José Ângelo Borges.

No campo dos estudos, José Carlos se dedicou a diferentes áreas, obtendo sua primeira formação, com habilitação básica em Administração, que posteriormente foi seguida pela graduação em Filosofia e em Direito.

Trajetória

Em sua vida pública, iniciada em 1983 como servidor, passou por distintos cargos no Departamento de Receita e na Coordenadoria do Procon. Em 2006, foi nomeado para responder pela Direção do Núcleo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, onde trabalhou ao lado de Gilberto Schizzi.

Naquela época, foi observada a demanda dos trabalhos e a necessidade de se ter um ambiente adequado para o atendimento dos consumidores, que era realizado no prédio do antigo Fórum, no Centro de Toledo. Diante de tais necessidades, Queiroz então iniciou um projeto ambicioso, que era a construção da sede própria para o órgão (a imagem do projeto da nova sede, que está em vias de conclusão, aparece na imagem).

Em 2014, a convite do prefeito Beto Lunitti, assumiu a Direção do Procon novamente, oportunidade em que pôde trabalhar ao lado de Welington José de Oliveira, que o secretariou e foi um dos grandes parceiros nos desafios encontrados na empreitada.

Ainda em 2014, foi lançada a semana de atividades denominada “Procon na Praça”, evento realizado anualmente até hoje. Os trabalhos desenvolvidos pelo Procon de Toledo tiveram reconhecimento nacional e oportunizaram a Queiroz participar da fundação do Fórum dos Procons paranaenses, entidade que chegou a presidir.

Com espaço aberto nos veículos de comunicação de Toledo, o servidor sempre se dirigiu à sociedade para orientar a população e tirar dúvidas em relação a defesa dos direitos dos consumidores.

Futura sede do Procon de Toledo

Livro

Toda a história das ações desenvolvidas pelo Procon, como a luta pela construção da sede própria, idealizada pelos idos de 2006, bem como a cronologia do órgão, será contada em um livro que está sendo produzido em parceria com o escritor Bruno Radunz.

Sobre os motivos que o levaram a produção do livro, Queiroz explica: “Ouvimos das pessoas, as dúvidas, as perguntas, se o PROCON é estadual ou municipal. Para que serve? Certamente serão esclarecidas estas dúvidas, sendo ele um órgão Municipal subordinado diretamente ao Gabinete do Prefeito. Por este motivo, quando estive a frente deste órgão tinha esse e outro projeto que não consegui colocar em prática, que é transformá-lo em Fundação, mas espero ver isso acontecer”.

Agradecimentos

Na ocasião de sua passagem pela Gazeta de Toledo, Queiroz aproveitou para agradecer àqueles que estiveram ao seu lado durante a jornada que teve na administração pública e às pessoas que reconheceram o relevante trabalho realizado no Procon, sobretudo à indicação que teve para ser agraciado na Câmara.

“Quero fazer um agradecimento especial ao Vereador Leoclides Bisognin e às pessoas que se fizeram presente no dia da entrega da Moção de Aplausos. Agradeço também a minha esposa, Eliane Cauneto, que é servidora pública aposentada (20 horas) e que no outro turno se dedica com amor ao ofício de professora de alfabetização na Escola São Dimas. Agradeço ainda a minha irmã Conceição Aparecida Queiroz Lauro, que é servidora pública exercendo suas atividades na Escola Ecológica”.

Sua gratidão também é externada ao servidor Luiz Gilberto Schizzi, ao assessor parlamentar Rodrigo André Antoniassi, à estagiária Larissa Baron Reis, e à Gazeta de Toledo, na pessoa do seu diretor, Eliseu Langner de Lima.

Mensagem

Para terminar, José Carlos de Queiroz deixa a seguinte a mensagem: “Só tenho de agradecer a todos que depositaram sua confiança em mim, onde procurei trabalhar com afinco e dignidade, acima de tudo honestidade, aquela que aprendi no seio familiar, com meus saudosos pais, onde eu e meus irmãos levaremos para o resto das nossas vidas. Gratidão a todos e que Deus abençoe, derramando benção e protegendo todos nós”.

Entrevista na Gazeta de Toledo