Equipe envolvida com o projeto. Fotos: SM.DT/Itaipu

A equipe da Superintendência de Manutenção da Itaipu Binacional (SM.DT) agora conta com a ajuda de drones para aprimorar as inspeções realizadas na Área Industrial da usina que, até então, eram feitas a distância, com o uso de binóculos.

O processo de autorização do uso de drones segue o atendimento aos requisitos estabelecidos pelas autoridades aeronáuticas do Brasil ou do Paraguai, de acordo com o local a ser sobrevoado. A análise da documentação necessária para autorização de voo tem a participação da Superintendência de Segurança Empresarial da margem correspondente (SE.AD, no Brasil, ou SE.AE, no Paraguai).

Para fazer as inspeções da Área Industrial, a Superintendência de Manutenção adquiriu um drone com câmera digital de alta resolução (zoom ótico de 30 vezes) e também de termografia. A tecnologia é empregada para a inspeção das instalações da Área Industrial, como por exemplo, linhas de transmissão, estruturas da Casa de Força, barragem e vertedouro, entre outras. As inspeções são realizadas pela Divisão de Laboratório (SMIL.DT).

Na fase da entrega técnica do drone, uma equipe formada por cinco pessoas da Divisão de Laboratório recebeu treinamento que foi ministrado pela empresa fornecedora do equipamento. Os participantes foram Azaria Martinez Martinez, Cristian Carrera Pereira, Fabio Cristiano Scherer, Rodrigo Corisco Blosfeld e Cesar Javier Lezcano Rivas.

De imediato, o drone já começou a atender uma das demandas mapeadas pela Superintendência de Manutenção, para inspecionar as interligações aéreas entre os cabos para-raios nos três primeiros vãos de saída das linhas de 500 kV.  Como as inspeções antes eram com binóculos, devido à distância e ao posicionamento do inspetor contra a luz do sol, não se podia verificar sinais de desgastes entre conexões dos cabos (caracterizados por manchas escuras formadas pelo óxido de alumínio na região da garra do conector) ou sinais de corrosão.  


A foto acima mostra a interligação típica entre cabos para-raios, inspecionados à distância. Fotos: SM.DT

A inspeção com drone foi realizada no mês de agosto/21, em todas as interligações entre os cabos para-raios das linhas de 500kV – 60Hz, e os resultados foram satisfatórios, conforme observados em algumas imagens a seguir.


Conector de derivação fotografo por drone.


Conector de interligação.

Segundo o engenheiro Gilberto Yamamura,da Divisão de Engenharia de Manutenção Elétrica (SMIE.DT), a utilização de drones abre uma nova perspectiva nas atividades de inspeção. Nos próximos meses, têm-se a expectativa de realizar inspeções em outras localidades de difícil acesso, aprimorar as técnicas de inspeção por imagem e termografia, e, assim, agregar qualidade à inspeção e diagnóstico das instalações.

Nas primeiras inspeções, além da participação da equipe da Divisão de Laboratório (SMIL.DT), também estiveram presentes a SMIE.DT e Divisão de Operação da Usina e Subestações (OPUO.DT).

Fonte: Assessoria de Impransa da Itaipu Binacional

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!