Elas estão conquistando espaço e contribuindo para o fortalecimento do sistema

O campo sofreu grandes transformações nos últimos anos. Novos sistemas e tecnologias impulsionaram a produção, deixando o trabalho menos pesado e melhorando a qualidade de vida das famílias.
Mas, não é só isso: o ambiente também ficou mais feminino. A porcentagem de mulheres à frente da agropecuária tem crescido ano a ano. Uma pesquisa da associação brasileira de marketing rural e agronegócio apontou que uma em cada três propriedades rurais do país tem mulheres ocupando funções de comando. São filhas e esposas de agricultores ou viúvas que resolveram encarar os desafios de trabalhar na atividade agrícola.
Um desses exemplos vem de Pitanga (Centro do Paraná). A história da cooperada Maria Helena da Silva Rafaeli é de superação, empenho e dedicação. Viúva, ela tem o cooperativismo como filosofia de vida. ‘Dona’ Maria Helena é a nossa convidada de hoje e conta um pouco dessa rotina de ser mulher e assumir os negócios da família.
Para ouvir o programa que foi ao ar hoje CLIQUE AQUI.
Fonte: Coamo