Foto: Polícia Rodoviária Estadual

Por Fernando Braga

Uma mulher foi detida em Toledo, na tarde desta terça-feira (21), transportando em seu carro uma arma de fogo. O veículo foi parado pela Polícia Rodoviária Estadual na PR-317, entre Toledo e Ouro Verde do Oeste.

A abordagem ocorreu no km 389, perímetro de Toledo, e como a mulher demonstrou nervosismo, os policiais desconfiaram e revistaram o automóvel. No carro que ela dirigia, um Hyundai Azera, os patrulheiros rodoviários encontraram, dentro do console central, um revólver calibre .32, da marca Taurus, desmuniciado.

Também foi encontrada no veículo, que tem placas de Toledo, uma caixa que estava no porta-luvas contendo 10 munições intactas. Como a mulher, que tem 30 anos, não possuía porte arma de fogo, ela recebeu voz de prisão e foi conduzida à 20ª SDP.

A Gazeta de Toledo fez contato com a equipe da Polícia Civil para saber se a mulher apresentou justificativa para portar uma arma em seu veículo e, diferentemente do que estamos acostumados a ouvir, recebemos a informação de que não se trata de uma delinquente, de uma pessoa envolvida com crimes.

Ao chegar na delegacia, ela se apresentou para prestar seu depoimento acompanhada por um advogado. Este, por sua vez, orientou a cliente a se manifestar somente em juízo. Apesar disso, a constatação feita pela Polícia Civil é de que a mulher, que não tem antecedentes criminais, não é criminosa e possuía a arma para defesa pessoal.

Ela pagou fiança e foi liberada. Entretanto, deverá responder pelo “porte ilegal de arma de fogo”. De acordo com a legislação brasileira, para o cidadão portar consigo uma arma de fogo, mesmo que regularizada, é necessário o porte, que é autorizado somente pela Polícia Federal.

O revólver foi recolhido e o destino da arma caberá à decisão do juiz criminal responsável pela ação que a mulher deverá responder.