Em evento online, foi lançado na manhã desta quinta-feira (27), o Iguassu Valley Santa Helena. A iniciativa visa integrar um movimento regional voltado ao empreendedorismo e inovação. O Iguassu Valley não tem fins lucrativos e consiste de um trabalho para o desenvolvimento do ecossistema regional em conjunto. Em Santa Helena o movimento é tracionado por uma parceria entre a Incubadora de Inovações da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Santa Helena, Prefeitura Municipal e Associação Comercial e Empresarial de Santa Helena (Acisa).

O envolvimento de várias entidades, assim como da Administração Municipal, é um fator importante, segundo os membros do Iguassu Valley.

Ações conjuntas

Conforme o prefeito de Santa Helena, Evandro Grade (Zado), que participou do evento de lançamento, o município está aberto para o desenvolvimento e, esta parceria, com certeza vai ajudar muito. “Uma lei de inovação deve ter continuidade, com apoio do Iguassu Valley Santa Helena”, destaca o prefeito. “A intenção é trabalhar em conjunto. A Administração Municipal está à disposição”, conclui.

A presidente da Acisa, Claudete Remor destacou a parceria e frisou que o Iguassu Valley é um dos benefícios trazidos para o município por atuação da UTFPR como uma forma de oportunidade de negócios. A presidente ressaltou que a instituição está sempre de portas abertas para a colaboração.

O consultor do Sebrae, Alan Debus, ressaltou a importância da participação de diferentes entidades, e proferiu a palestra de abertura do movimento em Santa Helena com abordagem ao tema de inovação.

O coordenador do movimento, Wyllian Kuhn frisa o fortalecimento do ecossistema e a iniciativa de implementar o movimento Iguassu Valley em Santa Helena, com encontros e participação de parceiros para debates e cases voltados à inovação no município.

Situação privilegiada

Santa Helena está em uma situação privilegiada, segundo o professor da UTFPR, Thiago Naves. “Santa Helena hoje com a UTFPR acelera 10 empresas do Estado de forma remota. Já há casos de sucesso e, dentre os casos está uma empresa que atuará no setor de gestão em ovinocultura”, destaca.

Movimento regional

A marca Iguassu Valley já é utilizada em Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Marechal Rondon, Medianeira e Palotina. O trabalho reúne empresários e atores da inovação do município com encontros semanais do movimento, e a presença de convidados que abordam pautas relacionadas à diferentes setores. Posteriormente há debate dos membros com objetivo de executar ações que promovam o empreendedorismo, inovação e melhorem o ambiente de negócios do município.

Inovação

O Iguassu Valley irá contribuir para que nos próximos anos seja consolidado o chamado ecossistema de inovação Santa Helena, projeto que a UTFPR trabalha, em parceria com o município, para criar um ambiente que promova a geração e aceleração de empresas e produtos. O objetivo é que Santa Helena torne-se referência no Estado, segundo o professor Thiago Naves.

Marca

O Iguassu Valley é registrado pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Oeste do Paraná (Iguassu-IT) e conta com a coordenação do Sebrae e Sistema Regional de Inovação (SRI).

Fonte: Assessoria