Morre Diego Maradona, após parada cardiorrespiratória

Imagem de Maradona registrada em março de 2020. Foto: Augustin Marcarian/Reuters

O jornal Clarín, um dos mais tradicionais periódicos da Argentina publicou nesta quarta-feira (25/11) que o ex-jogador de futebol Diego Armando Maradona faleceu em decorrência de parada cardiorrespiratória na manhã de hoje.

De acordo com a publicação, o campeão mundial com a Seleção Argentina teria morrido na casa em que estava se recuperando de uma cirurgia que fez na cabeça recentemente. O local fica casa na capital, Buenos Aires.

Em 30 de outubro ele completou 60 anos, mas dias depois foi submetido a uma operação para a retirada de um coágulo no lado esquerdo da cabeça.

Ídolo de várias gerações na Argentina e em outros países, Dieguito, como era carinhosamente chamado, foi polêmico e sua carreira foi cercada de controvérsias que não se limitaram aos gramados. Ele foi internado várias vezes para reabilitação devido ao vício em cocaína e ao uso abusivo de álcool.

A última vez que jogou pela Seleção Argentina foi em novembro de 2001. Como técnico, comandou o time de 2008 a 2010.

Em 2005, perguntado em um programa de televisão sobre quais palavras deixaria para quando chegasse sua morte, ele respondeu: “Obrigado por ter jogado futebol! Obrigado por ter jogado futebol, porque é o esporte que mais me deu alegria, mais liberdade. É como tocar o céu com as mãos. Graças à bola.” “Sim, eu colocaria uma lápide que diria: graças à bola”.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Facebook
Twitter
Youtube
Instagram