Moção de Aplausos

A secretária de Saúde de Toledo, Gabriela Kucharski, foi agraciada com uma “Moção de Aplausos”, honraria dada àqueles que se destacam em atividades diversas em nosso município. Nesse caso, foi porque a secretaria que conduz teve nota 100% em transparência e conquista da vacinação 100% de seus habitantes acima de 12 anos. A proposição foi do vereador “Bozó”. Parabéns!

Foto: Facero

Postos podem atuar nas 24 horas

Município de Toledo autorizada, via Decreto nº 238/2021, a funcionarem todos os dias, em período integral (24 horas), os estabelecimentos de comércio de combustíveis e demais derivados de petróleo.

Postos podem atuar nas 24 horas I

A autorização prevista é extensiva às lojas de conveniências instaladas junto aos estabelecimentos, ressalvadas as medidas determinadas para o enfrentamento à Covid-19 e demais normas expedidas pelas autoridades de saúde.

Auxílio-alimentação: decreto desrespeitoso

Assim se manifestou a direção do SerToledo em matéria enviada à imprensa sobre do Decreto nº 237 publicado semana passada a respeito do “auxílio-alimentação”.

Auxílio-alimentação: decreto desrespeitoso I

Unilateralmente, sem uma conversa ou negociação aberta com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Toledo (SerToledo), o prefeito Beto Lunitti publicou extraordinariamente no Órgão Oficial do Município, o auxílio-alimentação será́ concedido nos meses de fevereiro a dezembro de 2022, no valor de R$ 450,00 por mês e não os R$ 500,00 proposto pela maioria através do Sindicato.

Auxílio-alimentação: decreto desrespeitoso II

Extraoficialmente, o prefeito sugeriu, a princípio R$ 480,00, mas depois voltou atrás e ofereceu R$ 440,00. Porém, nada ficou acertado e se aguardava uma nova reunião para avançar nas negociações.

7 de Setembro e o civismo

Quando existe uma inquietação pública sobre civismo, valores e família, ela acentua-se quando os “lados” geram dúvidas sobre uma instituição, fundada há séculos e chamada STF, aquela que deveria estar acima de qualquer coisa, e não ao lado.

Nossa instituição “Suprema”, por ter ultrapassado e desrespeitado o limite de todos os princípios constitucionais, passou a gerar inseguranças não só na parte jurídica, mas também na possibilidade de convívio harmônico entre as partes.

“Que nesse dia 7 de Setembro, as partes mirem apenas o civismo, os valores familiares e, acima de tudo, o fim da corrupção no maior banco do Brasil, que se chama BRASÍLIA – Congresso e Palácio”.