O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, cumprirá agenda oficial em Foz do Iguaçu (PR), nesta semana. Será a terceira passagem de Albuquerque como ministro pela cidade: a primeira foi em fevereiro de 2019, para a solenidade de posse do diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna; e a segunda, em maio do mesmo ano, no lançamento da pedra fundamental da Ponte da Integração Brasil – Paraguai.

Será a primeira vez, no entanto, que o ministro terá mais tempo na programação em Foz: chegará na noite de hoje, segunda-feira (10) e passará a terça-feira (11) e a manhã de quarta (12) em uma série de compromissos na Itaipu e região.

Entre reuniões, apresentações e visitas à usina e às obras estruturantes capitaneadas pela binacional que estão transformando o Oeste do Paraná, Albuquerque vai debater temas diversos, como tendências do setor elétrico brasileiro, a atualização tecnológica da usina de Itaipu e os investimentos da empresa em projetos que, juntos, receberão aproximadamente R$ 1 bilhão em recursos da margem brasileira da hidrelétrica.

Sujeita a alterações, a programação prevê boas-vindas e uma série de apresentações no Centro Executivo da Itaipu, visita técnica à usina e às obras da ciclovia da Avenida Tancredo Neves; do Mercado Municipal; do Centro Integrado de Segurança Pública; da ciclovia da Vila A; da Ponte da Integração Brasil – Paraguai e do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu.

Na terça-feira, às 16h30, o ministro atenderá a imprensa no canteiro de obras da Ponte da Integração.

Integrante do Conselho de Administração da Itaipu desde 17 de maio de 2020, Albuquerque por enquanto tem participado das reuniões por vídeo, em função da pandemia de covid-19.