Estima-se que mais de 200 mil pessoas de todas as partes do Brasil se fizeram presente na manifestação que aconteceu no sábado dia 15, dia da família.

Essa manifestação esta sendo considerada uma das maiores, já ocorridas na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, até de atos de protestos como aconteceu a petista Dilma Roussef, em 2015 e 2016.

O presidente Jair Bolsonaro participou de manifestação e em discurso em cima de um carro de som, ele defendeu a aprovação do voto impresso nas eleições de 2022, cuja proposta de emenda à Constituição (PEC) teve a comissão especial instalada na última quinta-feira (13) na Câmara dos Deputados.

Bolsonaro sobrevoou a Esplanada dos Ministérios de helicóptero, voltou ao Palácio do Planalto e foi para o meio dos apoiadores montado a cavalo. Antes de subir no trio elétrico, Bolsonaro cumprimentou apoiadores. Mais cedo, o presidente tinha almoçado no Centro de Tradições Gaúchas de Brasília, com representantes do agronegócio que organizaram o protesto.

O presidente também voltou a defender o afrouxamento das medidas de restrição social impostas por governadores e prefeitos para enfrentar a pandemia de covid-19. 

A Polícia Militar do Distrito Federal já não realiza cálculo de público presente em manifestações públicas, mas, considerando-se avaliações anteriores, é possível estimar em pelo menos 200 mil pessoas o público que se reuniu ontem na Esplanada.

O manifesto teve o apoio dos agricultores, empresários e demais simpatizantes, e vieram de todos os estados do Brasil atender a um chamado do próprio presidente.

De Toledo saiu um ônibus, bem como de Marechal Cândido Rondon, Palotina, Quatro Pontes, Nova Santa Rosa entre outros municípios.

Separamos algumas fotos que estão em grupos de Whats App, Confiram.