Mais uma pesquisa é impugnada em Toledo e vereadora derruba representação

    BINGO! Mais uma entre 5 já impugnadas entram para meu delírio profissionalO que escrevo, eu assino porque por trás de qualquer projeto existem as pessoas, e aí moram os problemas.Na semana passada citei essa empresa Véritas Planejamento e Assessorias como sendo SUPEITA por ter sob seu comando uma mulher filiada ao PT, já a descredenciando da verdade.

    Confesso que o desconheço por completo, mas como profissional, fiz a minha investigação e os resultados obtidos já nos remetem a dúvidas. Explico: A sócia proprietária é atuante do PT de Cascavel e em sua página social, aparece ligada a vários nomes aqui de Toledo.

    Segue o baile

    1. Trata-se de REPRESENTAÇÃO DE IMPUGNAÇÃO AO REGISTRO DE PESQUISA COM PEDIDO DE TUTELA DE URGÊNCIA formulada por COLIGAÇÃO “TRABALHO E INOVAÇÃO POR TOLEDO” em face de VERITAS PLANEJAMENTO E ASSESSORIA LTDA.

    Afirma o impugnante que a representada registrou pesquisa eleitoral junto ao Tribunal Superior Eleitoral na data de 21/10/2020, que recebeu o nº PR-02989/2020, tendo como contratante a própria representada. Informa que a pesquisa é sobre as intenções de voto para Prefeito do Município de Toledo/PR, foi realizada nos dias 21 e 22 de outubro do corrente ano e a data de divulgação dos resultados é 28/10/2020.

    Aduz que as informações registradas pela representada não satisfazem as exigências contidas no artigo 2º, caput, da Resolução TSE nº 23.600/2019, diante de vícios e ilegalidades na pesquisa apontando que foi a própria empresa contratante que realizou o trabalho, e que não consta o nome dos candidatos à vice-prefeito, além de inconsistências no plano amostral referente aos percentuais das faixas etárias que sequer atingem a totalidade de pessoas que deveriam ser entrevistadas, ou seja, 100%; inexistência de registro da empresa contratada no CONRE4; e, ocultação proposital do nome dos candidatos à vice-prefeito.

    Diante do exposto, presentes os requisitos legais, DEFIRO o pedido liminar e DETERMINO a suspensão da divulgação da pesquisa eleitoral n.º PR – 02989/2020, com a INTIMAÇÃO da empresa representada, advertindo que o descumprimento da presente ordem ensejará responsabilização por crime de desobediência (art.347, do CE), sem prejuízo das demais sanções legais aplicáveis à espécie. Veja a decisão por completo nesse link:

    Candidata Janice Salvador derruba REPRESENTAÇÃO do Partido Liberal

    O Partido Liberal (leia-se Piá-pançudo*) impetrou representação contra a candidata a vereadora Janice Salvador, acusando-a de em sua LIVE realizada no dia 22/10/2020, às 19h30min, com a participação da Diretora do Departamento de Cultura de Toledo/PR, Melissa Mareth da Costa Debus, e do Presidente do Conselho Municipal de Política Cultural, Wellington Cassio Barbosa da Silveira, de ter feito propaganda institucional.

    Janice foi acusa ainda de estar usando dos cargos da administração municipal, em proveito político e, ainda, veicular propaganda sem mencionar o seu número com o qual está concorrendo, em afronta a norma dos artigos 10 e 28, IV, “a”, §§ 5º e 6º, da Resolução TSE n.º 23.610/2019.

    Com relação a falta de menção do número com o qual a candidata está concorrendo no conteúdo ora impugnado, o art.10 da Resolução n.º 23.610/2019 exige que a propaganda, qualquer que seja sua forma ou modalidade, mencione sempre a legenda partidária (sigla Num. 22318298 – Pág. 2 identificadora do partido político). Nesse ínterim, observo a menção ao Partido DEMOCRATAS na lateral direita da postagem em desate, a afastar a apontada irregularidade. Portanto, não verificando a ocorrência de qualquer irregularidade ou ilegalidade a ser coibida pela Justiça Eleitoral, improcedente é o pedido.

    IMPROCEDENTE:

    Pelos fundamentos ora expostos, JULGO IMPROCEDENTE o pedido formulado na presente representação eleitoral e, em consequência, decreto a extinção do processo com julgamento de mérito, na forma do artigo 487, inciso I do Código de Processo Civil. Veja a sentença completa nesse link:

    Governador enviou líder para anunciar e 12 dias depois, confirma 3 colégios cívico-militares em Toledo

    No dia 14 de outubro, o líder do governo na Assembleia, Husseim Bakri (PSD) esteve em Toledo e concedeu entrevista à imprensa, onde anunciou 4 grandes obras para Toledo. A tão esperada Ciclovia entre Toledo e Novo Sobradinho, instalação dos colégios cívico-militares, a construção do acostamento entre a Carlos Sbaraini, que cruza vários bairros e interliga as PRs 585 e 317, além da Delegacia Cidadã.

    Governador enviou líder para anunciar e 12 dias depois, confirma 3 colégios cívico-militares em Toledo I

    Menos de 12 dias se passaram e o acostamento no entroncamento da PR 585 já está devidamente com novas sinalizações e nesse dia 26, o govenador Rainho Junior confirmou a implementação de 3 unidades de colégio cívico-militares em Toledo. Eles serão implementados nos Colégios Estaduais de Ensino Fundamental e Médio Antônio José Reis (Jardim Belo Horizonte),Novo Horizonte (Jardim Coopagro)Jardim Maracanã.

    Governador enviou líder para anunciar e 12 dias depois, confirma 3 colégios cívico-militares em Toledo II

    Como disse o representante do governador, “não estamos em Toledo pelo momento político, sim, pelo momento ‘concreto’ de os projetos terem sido aprovados em parceria com o município de Toledo, que de imediato dispôs dos projetos devidamente adequados”.

    O governador Ratinho Junior, em seu pronunciamento, afirmou que “para entregar a melhor educação do Brasil, precisamos ampliar os projetos e trazer novas ideias”. Ele destacou que a média das escolas cívico-militares no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é 20% maior do que na educação tradicional. “Esse é um modelo vencedor. Se é vencedor, queremos ofertar essa modalidade. A implantação será feita de forma democrática”.

    Governador enviou líder para anunciar e 12 dias depois, confirma 3 colégios cívico-militares em Toledo III

    A nova modalidade de ensino funcionará com gestão compartilhada entre militares e civis em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. As aulas continuarão sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. Haverá um diretor-geral e um diretor-auxiliar civis, além de um diretor cívico-militar e de dois a quatro monitores militares, conforme o tamanho da escola. Veja matéria completa nesse link:

    Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
    Facebook
    Twitter
    Youtube
    Instagram