A Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito de Toledo (SMST) intensifica nesta semana algumas atividades referentes à campanha do Maio Amarelo. Esse é um movimento que desde sua criação foi concebido com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. É um problema existente em todo o mundo. Inclusive, reduzir pela metade as mortes e ferimentos por acidentes em estradas, é uma das metas da ONU dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030.

A SMST seguiu o mesmo tema estipulado pelo Contran (Resolução 771/2019) “No trânsito, o sentido é a vida”, juntamente com a adição sobre a importância de “ver e ser visto no trânsito”.

Entre as ações, foram realizadas abordagens educativas com motociclistas, com a distribuição do acessório corta fio/pipa e um colete refletivo. Os condutores de veículos automotores receberam folders com temas específicos. Outro grupo abordado nas atividades foi o pedestre. Estes recebiam um folder com orientações sobre os deveres para uma caminhada segura.

Ainda durante as ações, palestras foram ministradas em parceria com empresas da cidade, tais como Primato, BRF e a Prati Donaduzzi, onde o tema abordado era a violência do trânsito na cidade de Toledo. “É sabido que temos um alto custo com acidentes de trânsito e esse número somente reduzirá quando os participantes do trânsito derem a devida importância a atitudes simples, como por exemplo usar o cinto de segurança, não mexer no celular durante a condução, a importância de conduzir com velocidade compatível com a via”, alertou o coordenador de Educação para o Trânsito, Rafael Rodrigo da Fonseca.

Parte do material utilizado na campanha veio da parceria do município e o Projeto Vida no Trânsito (PVT). Entre as instituições participantes do PVT estão:

Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito; Secretaria Municipal da Saúde; Secretaria Municipal da Educação; 6ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal no Paraná; 3ª Companhia de Polícia Militar Rodoviária do Paraná; 19º Batalhão de Polícia Militar do Paraná; 2º Subgrupamento de Bombeiros do 4º Grupamento de Bombeiros do Paraná; 20ª Regional de Saúde do Paraná; 34ª Circunscrição Regional de Trânsito do Paraná; Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná (HOESP); Observatório Social de Toledo; Conselho Municipal de Trânsito de Toledo (CMTT); 4ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal no Paraná.

Núcleo ODS Toledo

Este ano a campanha do Maio Amarelo ganhou nova parceria com o envolvimento de instituições e empresas que participam do Núcleo dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de Toledo (Núcleo ODS). Ao todo foram confeccionadas 16 mil filipetas que serão entregues prioritariamente aos alunos do ensino fundamental do município, incluindo os sextos anos dos colégios estaduais.

O material apresenta o slogan da campanha nacional: “Ouvir o conselho de quem te ama faz todo o sentido”. Foi escolhido a data de 31 de maio como “Dia D” para que os professores trabalhem o assunto com os alunos e estes, compartilhem com seus pais.

Pesquisa Escolar

Outra ação proposta pelo Núcleo ODS é um diagnóstico sobre o trânsito no entorno de cada unidade escolar. Para isso foi disponibilizado um link para que cada escola, cmei ou colégio, seja público ou privado, responda um questionário virtual informando as condições do trânsito, como faixa de pedestres, placas e sinalização para embarque e desembarque de alunos. O resultado será entregue aos gestores responsáveis em cuidar de cada ação.

Para essas atividades, a campanha conta com o apoio da Prati Donaduzzi, Acit, Sanepar, Funet, Pnud, Sesi – CPCE, Núcleo Setorial das Corretoras de Seguros, Secretaria de Comunicação, Secretaria Municipal de Educação, Núcleo Regional de Educação entre diversos voluntários.

Trânsito em Toledo

Os principais acidentes de trânsito em Toledo resultaram em 1.334 colisões no último ano. Destas, resultaram 34 mortos.

A média de vítimas de acidentes de trânsito por mês em Toledo é de 143,08.

Os períodos com o maior número de vítimas ocorre principalmente das 17h às 19h, seguido do horário das 12h às 14h.

Principais fatores e condutas de risco no trânsito de Toledo:

1– velocidade excessiva ou inadequada;

2– transitar em local proibido;

3– falta de atenção.

Os comportamentos de risco também influenciam diretamente no acontecimento e na gravidade dos acidentes. As autoridades afirmam que temos que melhorar nossa postura no Trânsito.

Somente em 2018, a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito registrou 1.257 infrações pelo uso do celular durante a condução dos veículos e 2.059 infrações de motoristas sem o cinto de segurança.

A combinação álcool e direção é uma ação de alto risco. “E para não atribuir todos os problemas aos condutores, precisamos lembrar que o pedestre também tem suas responsabilidades: uma dica importante é sempre sinalizar a intenção de atravessar a via (na faixa de segurança, claro)”, salienta Fonseca.

Fonte: Secom/ Pref. de Toledo