A Itaipu Binacional e o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu promoveram nesta quinta-feira (26), um webinar de integração com a participação especial da monja Coen. O tema principal foi ‘Como Educar para a Sustentabilidade’. O evento teve como objetivo a integração das diferentes coordenações e gestões de projetos na região.

O evento é uma forma de agradecer pela dedicação e perseverança nas coordenações de projetos em todos os municípios, de acordo com a Itaipu Binacional e Lindeiros.

Gestores municipais de educação ambiental, gestores municipais de cultura, jovens de 29 municípios da BP3, técnicos das unidades de valorização dos recicláveis, nutricionistas e outros públicos participaram.

Trabalho conjunto

O presidente do Conselho dos Lindeiros, prefeito de Pato Bragado, Leomar Rohden (Mano), participou do evento e agradeceu em nome entidade, aos gestores dos diversos setores, caso dos técnicos, coordenadores e demais envolvidos nos projetos. O presidente também ressaltou a parceria, e convênios, com a Itaipu Binacional. “Essa instituição, a Itaipu Binacional, é muito importante, não só para a região, mas sim para todo o país”, destacou.

A gerente da Divisão de Educação Ambiental da Itaipu, Leila Alberton, ressalta que, é a primeira vez que se reúnem todos os grupos regionais. “Gostaria de deixar marcados três momentos tratados pela monja, caso da ganância, raiva e ignorância. Outro destaque é para o papel de educadores em todos os setores e, o terceiro ponto refere-se ao exercício da inteligência espiritual”, analisa.

A gerente de Departamento da Diretoria da Coordenação da Itaipu Binacional, Silvana Vitorassi, ressalta o trabalho de integração parabeniza o Conselho dos Lindeiros pelos trabalhos em conjunto. “O encontro é um fechamento dos trabalhos e, de um ano atípico e desafiador, que exigiu uma reinvenção e aprendizados”, ressalta.

O coordenador do Convênio Linha Ecológica: Educação para Sustentabilidade e Desenvolvimento Cultural do Território, Mauri Schneider, comemorou a participação de 316 representantes de municípios no evento, além de 20 membros da equipe de coordenação.

Palestra

Cláudia Dias Baptista de Souza, conhecida como Coen Rōshi ou Monja Coen, é uma monja zen budista brasileira de ascendência portuguesa, e missionária oficial da tradição Soto Shu com sede no Japão.

Atua como monja e mestre nos ensinamentos de Buda, com palestras e orientações internacionais em diversas partes do mundo.

Em sua fala, a monja Coen iniciou com uma reflexão sobre a verdade dentro de cada pessoa. “A verdade está dentro de nós. Ela não está em livros, ou em lugares especiais. Quando entramos em contato com essa transformação cósmica, somos corresponáveis por isso”, frisou.

Em aproximadamente 1h de palestra, a monja budista abordou diversos temas referentes à sustentabilidade, preservação e relações humanas.

Na conclusão, a reflexão principal foi quanto à transformação da realidade e a vivência em um modelo mais colaborativo. “A proposta é que podemos nos tornar seres que trabalham com a sustentabilidade. “As novas gerações aprendem os princípios de preservação e ensinam às gerações anteriores”, concluiu.

Fonte: Assessoria