Itaipu apoia campanha nacional para proteção das crianças e adolescentes

    https://tamilsexstories.world/
    serviporno the perfect european milf.
    erotic african twinks on bareback fuck.you can try these out bhabhi sex

    Neste 18 de maio, “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, a Itaipu Binacional reforçou a campanha “Faça Bonito”, voltada à proteção da infância e da juventude, com o compartilhamento das ações nas redes sociais e divulgação da iniciativa junto ao público interno.

    A atividade é desenvolvida pelo Programa Na Mão Certa, da Fundação Childhood Brasil, que lançou uma série de materiais focados nas mídias sociais para sensibilizar a população sobre o tema, disponíveis em www.facabonito.org. A ideia é chegar com êxito a todos os públicos e lembrar o Disque 100, central para recebimento de denúncias de abusos contra crianças e adolescentes.

    O ponto focal do Programa pela Itaipu, Kleber Vanolli, da Divisão de Educação Ambiental, destaca que, mesmo em período de pandemia, o tema continua sendo de extrema importância, e por isso é necessário mobilizar diversos setores da sociedade. “Muitas vezes o abusador de uma criança está dentro da casa dela. Assim, é necessário que todos nós fiquemos atentos ao que se passa ao nosso redor, já que essas crianças e adolescentes estão afastados de professores e outras pessoas da sua confiança para denunciar possíveis situações”, salienta Vanolli.

    Diante dessa situação, a campanha está enfatizando dicas de como proteger crianças e adolescentes da violência sexual durante a pandemia. Entre elas estão:

    • Converse de forma franca e sincera sobre as partes íntimas do corpo e privacidade;
    • Reforce que a criança ou adolescente pode e deve dizer NÃO e se afastar quando for tocada de forma que não a agrade;
    • Oriente as crianças e adolescentes sobre quais são as situações de risco e como ela pode se proteger;
    • Explique para a criança ou adolescente que “segredos” não são uma coisa boa;
    • Fale para crianças e adolescentes que elas devem escolher um adulto em quem confiem e se sintam seguras para falar sobre questões e situações que não as deixam confortáveis.

    Alerta

    A Campanha Faça Bonito reforça ainda que muitos abusadores utilizam a internet como principal meio de acesso às crianças e adolescentes. Sendo assim, a família e amigos precisam reforçar os cuidados com relação ao uso dessa ferramenta por parte dos menores de idade.

    “É importante entender que não se trata de proibir o uso da internet, mas sim orientar, acompanhar e até mesmo colocar limites”, explica Vanolli. Seguir algumas “regrinhas de ouro” pode ser um bom começo:

    • Caso a criança ou adolescente passe muito tempo no celular ou em chats com pessoas que até então não faziam parte do círculo social, questione.
    • Fique atento caso a criança ou adolescente aja como se estivesse escondendo algo, por exemplo, fechando um aplicativo quando um adulto se aproxima.
    • A velha regra “não fale com estranhos” também serve para a comunicação virtual.
    • Lembre-os que nenhum aplicativo impede que uma imagem seja capturada e depois compartilhada sem o consentimento de quem está na fotografia.

    Denúncia

    Já em caso de suspeita ou confirmação de algum caso, é preciso denunciar. Os canais são:

    • Disque 100 – Conselho Tutelar ou (45) 99921-7576 e (45) 999947-4114
    • Polícia Civil – 181
    • Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítima de Crimes (NUCRIA) – 3524-0396
    • Polícia Militar – 190
    • Safernet – www.safernet.org.br  (para crimes on-line)

    Lei de combate

    A data de 18 de maio foi escolhida para marcar a luta contra abuso e exploração infanto-juvenil porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país – o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade que foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

    “O nosso trabalho agora é não deixar que mais crimes como esse aconteçam ou que permaneçam impunes. É papel de todos combater essas situações. Fiquem atentos”, conclui Kleber Vanolli.

    Fonte: Assessoria de Imprensa da Itaipu Binacional

    Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
    Facebook
    Twitter
    Youtube
    Instagram