Foto: Reprodução/Vídeo

Startup recebe investimento financeiro de R$450 mil para o desenvolvimento do negócio; Shark Camila Farani passa a ter participação na empresa

A tecnologia inovadora e pioneira no quesito redução do desperdício de alimentos, é o mais novo investimento da empresária e investidora anjo brasileira, Camila Farani. Pelo aporte financeiro de R$ 450 mil reais, a executiva passa a ser sócia de 25% da empresa. 

A startup participou nesta sexta-feira, 15 de outubro, do quarto episódio da 6ª temporada do Shark Tank Brasil. Durante o programa, os sócios da startup, Pedro Siniscalchi, Marcelo Toledo Duarte e Rodrigo Bastos, que apresentou a proposta de valor do empreendimento, defenderam as ideias inovadoras, plano de negócios, entregas de valor e impactos socioeconômicos da empresa. “Mais do que um aplicativo, nosso propósito é conectar pessoas e estabelecimentos de maneira sustentável”, comenta Rodrigo. Fundada há apenas um ano, a empresa criou um marketplace para a venda do excedente de alimentos de restaurantes, padarias e demais estabelecimentos comerciais com descontos de até 80% para o consumidor final.  

Atualmente com 150 comércios cadastrados na plataforma, a startup estima faturamento mensal de R$ 1 milhão em 2022. Assim, Um Bom App apoia no combate ao desperdício de alimentos, faz a ponte entre estabelecimentos e clientes e oferece produtos de qualidade, a baixo custo, com visão sustentável.

“Além do capital financeiro, a Camila entrará com toda sua equipe e experiência alavancando nosso negócio”, comenta Marcelo Toledo, sócio-fundador do empreendimento. Com o investimento, Um Bom App pretende se consolidar nas duas cidades em que atua, Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu, além de se preparar para outras rodadas que contribuam para a entrada nos demais estados brasileiros. Dessa forma, a startup prevê um faturamento mensal de R$ 1 milhão até o final do próximo ano.

Marcelo menciona ainda a importância do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) no processo de consolidação do Um Bom App. “Carregamos o nome do PTI onde vamos, somos gratos e sabemos que sem toda a participação do Parque em nosso processo de amadurecimento, não estaríamos alçando voos tão altos”, diz Marcelo, que faz questão de frisar que foi uma decisão mútua entre sócios em incubar-se apenas na Incubadora Santos Dumont, do PTI Brasil. “O PTI faz parte da nossa história”.  

Sobre a investidora  

Camila Farani é empreendedora, investidora e educadora. Uma das 500 pessoas mais influentes da América Latina segundo lista da Bloomberg Línea, é sócia-fundadora da boutique G2 Capital, sócia do Banco Modal e membro do conselho do PicPay e da startup Laura. Bicampeã como a melhor Investidora-Anjo no Startup Awards. Colunista da Forbes, do Estadão e do MIT Tech Review e autora do livro “Desistir não é opção: O caminho mais rápido entre a ideia e os resultados se chama execução.” É investidora há seis anos do Shark Tank (Canal Sony), o maior reality de empreendedorismo do mundo, e fundadora do Ela Vence, plataforma para o desenvolvimento de lideranças femininas. 

Clique aqui e assista na íntegra a participação do Um Bom App no Shark Tank Brasil.

Fonte: Assessoria de Comunicação do PTI-BR