Início das obras de novo parque fabril da Prati-Donaduzzi concretiza projeções de crescimento

    A nova unidade possui o conceito horizontal de utilização, o que possibilita melhor otimização dos espaços produtivos. Foto: Aparecido da Silva.

    Com uma história pautada em um crescimento constante no mercado farmacêutico, a indústria Prati-Donaduzzi segue confiante com um planejamento estratégico que a colocará em um novo patamar nos próximos anos. Seu pleno desenvolvimento é evidenciado com o recente início das obras de uma nova planta produtiva, em sua sede em Toledo, no Oeste do Paraná.

    A construção dessa nova unidade fabril de alta tecnologia está inserida no plano de crescimento da farmacêutica que contempla R$ 650 milhões, anunciado no início deste ano. O montante também abrange a modernização das unidades produtivas atuais, aquisição de novos equipamentos, e altos investimentos em Pesquisa Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

    A obra está avançando conforme o cronograma, em estágio de finalização da primeira etapa da terraplanagem. Na sequência iniciam as escavações e a fundação da estrutura. Com 11 mil m² de área, a previsão de conclusão da obra é para o final de 2022.

    A nova unidade possui o conceito horizontal de utilização, o que possibilita melhor otimização dos espaços produtivos. Além da arquitetura moderna e sustentável, a nova planta abrigará equipamentos europeus de alta tecnologia, inovação e performance. Com o pleno funcionamento, a capacidade produtiva da empresa deve atingir 17 bilhões de doses ao ano, um crescimento de 41% da atual. A expansão física da indústria sustentará também o aumento de portfólio de produtos da farmacêutica.

    Referência nacional na produção de medicamentos, a Prati-Donaduzzi está presente em mais de 55 mil farmácias e 36 mil Unidades Básicas de Saúde espalhadas por todo o Brasil.  Cumprindo um importante papel na vida dos brasileiros, oferece oportunidade de tratamento diariamente a milhões de pessoas.

    O futuro promissor através de um planejamento sustentável é uma realidade, conforme explica o diretor presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Fernando Maffissoni. “Nosso crescimento está alicerçado em um plano robusto e ousado que permitirá a milhões de pessoas mais acesso a medicamentos de eficácia e qualidade. Somos grandes e nossos passos de hoje evidenciam o mercado que vamos conquistar no amanhã”.

    Expansão

    Acompanhando essa evolução, ainda este ano, a farmacêutica contará com um novo Centro de Distribuição (CD). A nova estrutura localizada no complexo do Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), em Toledo, será utilizada para armazenar produtos finais com destino a Centros de Distribuição e Filiais de todo o Brasil. Com 14 mil m2, a estrutura terá capacidade para abrigar 17.500 posições de pallets.

    Impacto social

    O plano de investimento demonstra a preocupação do Grupo Prati-Donaduzzi com o desenvolvimento econômico e social. Com mais de 4,6 mil colaboradores atualmente, o avanço da indústria gerará centenas de novos empregos. São mais oportunidades de renda para as pessoas e impacto na sociedade com a geração de impostos para o município, o estado e o país. Esses investimentos criam um ciclo produtivo, com a melhora na qualidade de vida dos trabalhadores e retornos da arrecadação em estrutura e prestação de serviços à população.

    Fonte: Assessoria

    Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
    Facebook
    Twitter
    Youtube
    Instagram