Presidente Executivo, Airton Galinari, fala sobre o trabalho realizado em prol do cooperado


A vida é feita de ciclos e na agricultura, isso é evidenciado em vários momentos na parceria entre a Coamo e os cooperados, sendo fruto de relacionamento, confiança, participação e o sucesso na atividade.

Segundo o presidente Executivo da Coamo, Airton Galinari, no primeiro semestre, o cooperado faz o planejamento e adquire os insumos necessários para implantar sua nova safra a partir de setembro e outubro. Isso, com a certeza da qualidade e origem dos produtos armazenados na cooperativa para retirar quando precisar.

Depois, entra em ação o segundo ciclo da produção, o de semear sua lavoura com investimento, tecnologia e segurança, precedido por um trabalho eficiente da assistência técnica, com correção do solo para impulsionar altas produtividades.

“Um bom plantio é a certeza de um bom início para obter êxito das colheitas com expectativa de condições favoráveis para o desenvolvimento satisfatório das lavouras. A recompensa pelo trabalho bem feito é a colheita de alta produção”, afirma Galinari.

E do campo surge o terceiro ciclo da atividade do cooperado geralmente nos meses de janeiro a abril, sendo um momento esperado a cada nova safra. Com máquinas modernas e o plantio de qualidade, esperamos que o cooperado possa colher bem e em grandes quantidades, com a facilidade de entregar sua produção, sem filas nos armazéns da cooperativa, bem próximo da sua propriedade, podendo levar várias cargas em um mesmo dia para escoar sua produção do campo até a Coamo.

Tudo isso só é possível pela estrutura e logística programada pela cooperativa, resultado de um trabalho planejado e colocado em prática, simultaneamente, em 105 unidades de recebimento com o único propósito de beneficiar diretamente os associados.

Encerramos recentemente o recebimento das safras de trigo e milho segunda safra 2020, com grandes volumes, produção e preço, que deixaram nossos silos cheios. Mas como a logística da Coamo é muito forte e estruturada, a partir de janeiro do próximo ano, o cooperado terá o espaço necessário para entregar com tranquilidade e segurança a sua safra de verão 2020/2021.

Todo este trabalho de infraestrutura exige grandes investimentos por parte da cooperativa, cuja função primordial é atender as necessidades dos cooperados. Esta é a atuação que a cooperativa realiza sempre e gosta de fazer, com um trabalho de mãos dadas com o cooperado, que junto com a sua cooperativa se torna grande e forte, e tem a solidez e a segurança que precisa para obter renda e um desenvolvimento sustentável.

A política de trabalho da Coamo é simples, direta e transparente, e é materializada não só em palavras, mas, principalmente, em ações eficazes, conhecidas e valorizadas pelos cooperados.

Com esses benefícios, eles têm a certeza e a garantia de que a Coamo é a sua casa, de que aqui ele está em casa e está seguro. Isso chama-se confiança, e não é pouca coisa, mas fundamental e responsável ao longo desses 50 anos pelo sucesso no relacionamento e na parceria vitoriosa entre os cooperados e sua cooperativa Coamo.

Fonte: Coamo