Concessões dos pedágios

Como já publicamos dia 15 de janeiro, o POD (Programa Oeste em Desenvolvimento), através de seu presidente, Rainer Zielasko, publicou nota sobre o tema que volta à tona nesta semana: as novas concessões para a implantação de 15 pedágios no Paraná. Muitas lideranças locais, regionais e nacionais já se manifestaram contra, e este jornal também será um fomentador desta iniciativa contrária, para que não venha mais oneração a quem produz.

Concessões dos pedágios I

Lideranças do Paraná classificaram como “um contorcionismo para manter as altas tarifas” praticadas atualmente, o que foi proposto pelo Ministério da Infraestrutura. No documento entregue à bancada federal do Congresso Nacional, o primeiro critério da licitação é o desconto nas tarifas. Esse desconto está fixado entre 15% a 17%, a depender do lote.

Concessões dos pedágios II

O toledano Rainer Zielasko, presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento, em nota à imprensa, também se colocou contrário a qualquer modelo que inclua outorga onerosa na concessão das rodovias. “Essa decisão reflete o anseio da sociedade paranaense pela redução das exorbitantes tarifas de pedágio”.

Concessões dos pedágios III

“Não há ilusão: outorga mista, ou não, representa repasse desse custo aos usuários das vias na forma de pedágio mais caro. É um novo tributo”, afirma. Nos últimos 20 anos, segundo o programa de desenvolvimento, os paranaenses pagam pedágio para custear um cronograma de obras que não foi executado. “Ou seja, a população e o setor produtivo poderão ser penalizados duplamente pelo governo”.

Concessões dos pedágios IV

O deputado, deputado Romanelli que integra a Frente Parlamentar que acompanha o encerramento dos atuais contratos (se encerram em novembro deste ano) e o modelo que será implantado, reforçou a importância da participação da sociedade nas discussões e audiências públicas que definirão as novas concessões. “O Paraná não pode errar mais uma vez. A economia paranaense não aguenta mais ser penalizada com altas tarifas com rodovias muito abaixo da nossa necessidade”.

Concessões dos pedágios V

O estudo apresentado aos deputados federais prevê licitar 3.327 quilômetros de rodovias estaduais e federais em seis lotes. Serão 42 praças de pedágio, 15 praças a mais do que atualmente. A previsão é de R$ 42 bilhões em investimentos e que em 10 anos sejam duplicados 1.861 quilômetros de vias.

Vereador Gabriel é contra

O vereador Gabriel Baierle (DEM), de imediato manifestou-se contra a possível implantação de uma praça de pedágio entre Toledo e Cascavel, conforme aponta estudos. Além de oficiar o Governo do Estado, o vereador está buscando apoio dos demais edis para juntos não permitirem a implantação de mais esse roubo à população.

Veja matéria completa nesse link:

Os abusos e desrespeitos

Rolou nas redes sociais um vídeo de um mate-baile no Martignonni instalado junto a Parque Municipal Diva Paim Barth. Uma irresponsabilidade, cujos responsáveis deveriam ser penalizados pelo Município com, no mínimo, a cassação do alvará.

Imagem das redes sociais https://mlq4dhytplmr.i.optimole.com/KtDKvCQ-jH6ozC4e/w:auto/h:auto/q:90/https://gazetadetoledo.com.br/wp-content/uploads/2021/01/martignoni.png

Exemplo de responsabilidade

A Escola Municipal Germano Rhoden fez um comunicado dizendo que 5 de seus servidores estão com suspeita de contaminação pelo Covid-19. Enquanto não tiverem os resultados dos exames, o atendimento será feito somente por telefone, a partir 21 de janeiro, e das 8h as 14h.

Condolências à família Bisognin

Iraci da Silva Menezes Yoshida (amiga de longa data)

Querido amigo Bisognin, aceite meus sentimentos e de minha família nessa hora difícil, pela qual está passando. Pedimos a Deus que receba nossa querida Neusa e que abençoe e conforte a você e a toda sua família.  Um abraço carinhoso e de afeto, meu e de meus filhos.

Marcel Micheletto (secretário de Estado)

Prezado amigo Leoclides Luiz Roso Bisognin e familiares,

Sinto-me incapaz de encontrar as palavras certas para consolar sua dor, mas expresso meu profundo sentimento pelo falecimento de sua Esposa, Mãe e amiga NEUSA FERRET BISOGNIN. Rezo por ela, para que encontre a paz e para que as boas lembranças permaneçam para sempre, trazendo o conforto necessário neste momento tão difícil.Recebam meu carinhoso abraço.

Cúria Diocesana de Toledo – Dom João Carlos Seneme. Css

Estimado irmão Leoclides Bisognin!

Gostaria de unir-me a você e sua família que choram esse momento de dor e sofrimento pela passagem de sua esposa Neusa para a casa do Pai. Somos humanos e sentimos a separação de alguém que foi importante para nós, Até mesmo Jesus chorou diante da morte do amigo Lázaro. Devemos, porém, ser confortados pela presença cristã, pois a morte não é o fim, mas é o começo da vida eterna. Jesus disse: eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais. Por isso, minha prece é para que você e sua família sejam iluminados pela fé, e que os Senhor Ressuscitado “enxugue toda a lágrimas de vossos olhos” dando ânimo e coragem para continuar vosso caminho. Que a senhora Mãe da Igreja, Mãe de Jesus, Mãe nossa, que ensinou ao menino Deus a beleza do amor humano, e aprendeu com Ele a grandeza do amor divino, interceda por você!

SESSÕES EXTRAORDINÁRIAS

Nos dias 20 e 21 de janeiro de 2021, com início às 10 horas, haverá mais duas sessões extraordinárias com a finalidade de deliberar em primeiro e segundo turno sobre as seguintes proposições:

 a) Projeto de Lei nº 2, de 2021, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Executivo municipal a abrir crédito adicional suplementar no orçamento programa do Município de Toledo, para o exercício de 2021;

b) Projeto de Lei nº 3, de 2021, de autoria do Poder Executivo, que altera a legislação que institui, no âmbito do Município de Toledo, o Programa “Atleta na Universidade”;

c) Projeto de Lei nº 5, de 2021, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Executivo municipal a pagar bolsa-auxílio para o desenvolvimento do Programa “Florir Toledo”;

 d) Projeto de Lei nº 6, de 2021, de autoria do Poder Executivo, que autoriza o Executivo municipal a pagar bolsa-auxílio para o desenvolvimento do Programa “Projovem Adolescente”.