Conheça Lena, o Falcão de Toledo!

Nascido no dia 13 de Julho de 1953, em Ajuricaba, distrito de Ijuí no interior do Rio Grande do Sul, o gaúcho e gremista de coração,que por coincidências a parte até leva em seu nome, o nome de Renato Gaúcho o maior ídolo gremista de todos os tempos, Idoilio Renato Lena , ou apenas Lena, como é muito conhecido tanto dentro como fora dos campos de Toledo e região,há 43 anos é casado com a Dona Madalena, onde tiveram os 3 filhos Renato, Diogo e Ana Paula além de 7 netos.

Pelo Nostravamus com os filhos Renato e Diogo, o neto João Vitor e o cunhado Zeu.

Ainda criança, começou a jogar bola no campinho num potreiro da casa de seus pais, e aos 13 anos já jogava no time B do Grêmio Esportivo Nacional, equipe bastante conhecida da localidade onde morava,e aonde com um futebol bastante vistoso e sempre muito rápido devido seu porte físico magro, comparado ao craque gremista Valdo em início de carreira, Lena jogou também no time principal do Grêmio Nacional dos 17 ao 22 anos. Em Ijui, integrou a seleção do time do Colégio Agrícola Rural-IMERAB e foi fundador e jogador da equipe amadora ACADEMIA JOVEM.

Em julho de 1975, Idoilio Lena mudou-se para Toledo, onde trabalharia como Técnico Agrícola da maior cooperativa da região, a Coopagro. Ao lado de nomes bastante conhecidos no futebol toledano como Irineu Flores, Camilo Weiss, Omero Bordin e entre outros, Lena atuou por muitos anos nas seleções de suíço e futebol de campo com a camisa amarela e preta do antigo CCRC ( Coopagro Clube Recreativo e Cultural ),tradicional clube dos funcionários da antiga Coopagro.

No futebol amador o já experiente Lena, que era conhecido pela sua habilidade, técnica e forte marcação, aliados a muita tranquilidade dentro dos campos, chamado por muitos de o Falcão de Toledo,em alusão ao estilo parecido de jogo do craque colorado e da seleção brasileira dos anos 70 e 80, Lena jogou pelo CCRC (76 e 77), pelo Grêmio de Vila Nova (78 ) e pelo Colorado de Bom Principio (79 e 80). No dia 06 de setembro de 1986 ajudou a fundar a Equipe de VETERANOS do CCRC que hoje atua com o nome de VETERANOS do CCR/YARA, equipe pela qual Lena joga até hoje. Em 2000 começou a atuar na equipe de Futebol Suíço, NOSTRAVAMUS, onde em plena forma física e aos 67 anos de idade, joga ao lado dos filhos Renato e Diogo e do neto João Vitor Lena.

 

Texto: Carlos Eduardo / Revista É Goool / Clube da Bola