Deficiente ou imoral?

Eita! Eu sabia que um dia a verdade apareceria. Um ex-secretário (lambanças) que atuou (hic) na gestão passada com cargo “comissionado” inscreveu-se no concurso público de Toledo na cota para “deficientes”. Com todo o respeito, mas chega a ser revoltante, quando não, imoral.  Qual seria a deficiência? CONVERGENTE, DIVERGENTE OU VERTICAL? Que “barbaridade”, como dizem os gaúchos. Nem tudo que é “legal”, é moral.

Recado “provocante e desarmonioso”

Mesmo que a maioria das câmeras instaladas em Toledo estivesse desligada, seja lá por qual motivo for, não se pode aceitar uma manifestação pública desrespeitosa como foi a do secretário de Segurança e Trânsito de Toledo.

“Não sei como uma gestão tem um equipamento deste e deixa ele abandonado por 3 anos.  Acho que nem dá pra chamar de gestão!”  

Recado “provocante e desarmonioso” I

Afirmo com propriedade que é desarmonioso e provocante por que antes das eleições, escrevi um artigo com o seguinte titulo “Toledo pelo mesmo objetivo, o bem comum”, embasado nas inúmeras manifestações públicas do então candidato Beto Lunitti, que defendia essa proposta de união. E assim ele se manifestou à época a respeito:

Boa noite Eliseu!

Nosso objetivo sempre foi trabalhar na perspectiva de unidade. Nossa campanha mostrou, novamente, pela 6ª vez, este propósito. Faço isso desde 2000, há vinte anos começou esta jornada. Trabalho sempre com esse objetivo. Parece-me estar dando resultado!

Recado “provocante e desarmonioso” II

Pergunto-me se na gestão do Beto Lunitti e do vice Ademar, a maioria de seus comandados sabe, ou pelo menos deveria saber, que existe um “alinhamento harmonioso” com os partidos opositores ou com os ex-gestores, no entendimento de que Toledo é maior que os “partidos”. Então, creio que o tal secretário não foi avisado. Ou foi?

Recado “provocante e desarmonioso” III

Pelas manifestações dos vereadores do partido Progressista na última sessão da Câmara Municipal, ficou claro que essa “harmonia” desafinou, pois eles, como autoridades fiscalizadoras, não gostaram nada da posição do secretário, sugerindo que a sigla deva repensar o acordo com o Executivo.   

Audiência pública

O Município de Toledo fará prestação de contas de seu primeiro quadrimestre do ano nesse dia 26, às 14h na Câmara Municipal, diante da CFO – Comissão de Finanças e Orçamento, referente ao Exercício de 2021. Também será transmitido.

Vereador do município de Maripá pede desculpas

O vereador Donaldo Seling, do município de Maripá, Paraná, emitiu uma nota sobre o fato de ele ter feito um comentário sobre orientação sexual daquele caso do artista Paulo Gustavo da rede Globo.

“Gostaria de me desculpar pelo ocorrido na Câmara de Vereadores de Maripá de no último dia 05-05-2021. Afirmo que se tratou de um fato isolado, descontextualizado da nossa realidade. Tratou-se de uma fala que não reflete o meu pensamento sobre homossexuais.

Entendo que todo cidadão tem que ser respeitado indiferente de qual seja sua orientação sexual, posição política ou religiosa.

Reafirmo que minha fala não reflete o meu pensamento. Aqueles que me conhecem sabem que possuo amizades com todas as pessoas, sem discriminação de qualquer espécie. Tratou-se de um momento infeliz, onde consternado pelo conjunto de emoções com os dias difíceis que estamos vivendo, as homenagens às mães que levam uma vida difícil na luta para criarem seus filhos, em especial da lembrança de minha mãe, fiz uma fala isolada e inapropriada que de forma nenhuma reflete o meu pensamento. Peço desculpas a todos e todas que eu possa ter ofendido”.