Cooperado enaltece filosofia que encontrou e aderiu no sul do país

A história do cooperado José Soares da Silva, de Cândido de Abreu (Centro-Norte do Paraná), se confunde com a de muitos nordestinos que migraram para o Sul do Brasil em busca de desenvolvimento e progresso. Ele chegou ao paraná no início da década de 1970 vindo de Pernambuco, quando resolveu se aventurar a convite de um parente. Logo de cara conheceu a Coamo, num período que trabalhou como servente de pedreiro na construção de silos da cooperativa e nas primeiras instalações do parque industrial em Campo Mourão, em 1975. Nesta época ele morava no município de Engenheiro Beltrão (Centro-Oeste do Paraná). Em 1997 o cooperado se mudou para a comunidade rio do tigre, no interior do município de Cândido de Abreu, onde reside até hoje. No início da década de 1980, já com seu primeiro pedaço de terra, se associou à Coamo, de onde nunca mais se desligou.  Seu José, que é conhecido popularmente na região como Arnaldo, conversou com a gente e afirmou que assim como a Coamo conseguiu crescer na atividade. Para ouvir o programa que foi ao ar hoje CLIQUE AQUI.

Fonte: Coamo