O curso de Astronomia ministrado pelos professores Janer Vilaça e Ana Maria Pereira do Polo Astronômico do  Parque Tecnológico Itaipu (PTI) está chegando ao fim da edição deste ano em Toledo. A capacitação realizada no Centro de Artes e Esportes Unificados de Toledo – Ceu das Artes, passou por duas etapas. A primeira ocorreu no último mês, e agora, a segunda finaliza em visita ao Polo Astronômico do PTI neste sábado (11). São 30 professores da Rede Municipal recebendo o curso.

O município recebe este trabalho de curso de extensão em Astronomia pela 9ª vez. De acordo com o professor Janer este é um cumprimento de uma legislação pública que no Estado do Paraná determina que Astronomia é disciplina estruturante do currículo de ciências. “Implementamos um curso que possa dar para esses professores uma ferramenta para que eles possam cumprir essa atividade de ensino de astronomia de uma forma que seja coerente com a Astronomia é demais Ciências, e podendo aplicar em sala de aula com seus alunos”, destaca.

Janer garante a qualidade de ensino a ser repassada para os alunos. Ao terminar um curso, imediatamente no dia seguinte eles podem chegar na sala de aula e aplicar os conteúdos apreendidos, porque são conteúdos do dia a dia deles Outra coisa importante é que os professores se mostram modificados a partir do curso, eles realmente aceitam que os conceitos de antes possuíam alguma “concepções alternativa”, porém foi preciso mudar e agora fazem essa modificação”, pontua.

Para as professoras Cristiane F. Ertel Cassula e Rosangela C. Follmann Decarli, o curso oferece uma articulação entre a teoria e prática, de forma que a aprendizagem torna-se significativa.

“A formação é ótima. Os professores formadores são de extrema competência. Por meio da formação foi possível desconstruir muitos conceitos errôneos relacionados a astronomia que a partir de agora será possível transmiti-los em sala de aula de forma mais segura”, explicam.

Para a Secretária de Educação de Toledo, Edna Heloisa Schaeffer, o conteúdo aplicado aos professores é de suma importância. Para ela esse é um incentivo a mais para os professores. “O curso de astronomia garante a qualidade do ensino dentro de sala de aula. O conhecimento científico é relevante para ser passado aos alunos. Destaca-se a prioridade em melhorar o ensino pedagógico por meio dessa ação”, finaliza Edna.