Foto: Divulgação/Unioeste

O Laboratório de Bioquímica Molecular (LaBioqMol) do Campus de Cascavel da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), vinculado ao curso de Farmácia e ao Mestrado em Ciências Farmacêuticas da Instituição, realiza entre os dias 30 de novembro e 18 de dezembro exames de RT-PCR para o diagnóstico da Covid-19. Posteriormente os exames serão retomados após o recesso acadêmico no dia 12 de janeiro.

A direção do Campus de Cascavel, informa ainda que os agendamentos para coleta do exame (preferencialmente a partir do quarto dia do aparecimento dos sintomas) devem ser feitos de segunda a sexta-feira, em horário comercial, com antecedência pelo telefone (45) 99137-0966 pelo whatsapp.

A coleta (conhecida também como exame do cotonete) será feita de segunda a sexta-feira entre às 7 e 8 horas da manhã e será realizada preferencialmente pelo sistema drive-thru no estacionamento do ambulatório do Campus de Cascavel. Até dia 18 de dezembro serão feitos entre 14 e 28 exames diários a um custo de R$ 200,00 (cada) que podem ser pagos pelo paciente por cartão de crédito, débito,  PIX ou em dinheiro. Os resultados dos exames  serão encaminhados aos pacientes em até 72 horas após a coleta via e-mail e whatsapp.

O Laboratório da Universidade está certificado pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (LACEN) e faz parte da Rede Estadual Notifica Covid. A equipe do LaBioqMol garante a alta qualidade dos resultados uma vez que é feita uma customização nos reativos garantindo maior precisão e economia com redução no custo das análises. Outro fator de destaque é o controle da qualidade da coleta evitando resultados falso-negativos e falso-positivos.

O Laboratório

A estruturação do Laboratório foi viabilizada no mês de julho, a partir de uma parceria público-privada entre Unioeste e o Instituto São João por meio da Fundação de Apoio ao Ensino, Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação (Fundep) que também previu aquisição de insumos para realização de exames em custo acessíveis para a população.

O conhecimento gerado a partir desta ação vinculada a prestação de serviços ajudará no desenvolvimento profissional de estudantes, na geração de pesquisas, podendo abrir espaço para novos desafios cumprindo assim uma das missões da Universidade na contribuição para o desenvolvimento social.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Unioeste