Almir Piazza estava desaparecido desde a semana passada. Essa foto foi divulgada pelos familiares nas redes sociais, quando pediam ajuda para encontrá-lo.

No passado, Petiço foi um expoente do futebol de salão toledano e estava desaparecido desde a última semana

Por Fernando Braga

O corpo de Almir Piazza foi encontrado na manhã desta terça-feira (30) às margens da BR-163. Petiço, como era conhecido, tinha 65 anos e estava desaparecido desde a última quarta-feira (24).

Segundo informações dos familiares, que se mobilizaram para tentar encontrá-lo, Almir foi visto pela última vez caminhando em direção a Marechal Cândido Rondon. O IML foi acionado por volta das 10 horas e informou que o corpo estava em uma valeta na lateral da rodovia, logo após o viaduto.

Ainda de acordo com o Instituto Médico Legal, o cadáver estava em estado de decomposição, indicando que a morte pode ter acontecido a pelo menos quatro dias. Após dar entrada na unidade de Toledo, os familiares foram chamados e fizeram o reconhecimento do morto. Em seguida o corpo foi encaminhado para o exame de necropsia e até o início da tarde, não havia sido liberado.

Em contato com a 20ª Subdivisão Policial de Toledo, soubemos que a equipe do Departamento de Homicídios acompanha o caso. Os policiais civis informaram que o cadáver foi encontrado por uma pessoa que passava a pé pelo local quando ia para o trabalho. No corpo não havia sinais de violência, entretanto, é preciso aguardar o laudo cadavérico que poderá confirmar se a morte foi natural ou não.

Almir Piazza se destacou no futebol de salão e integrou diversas equipes de Toledo, incluindo o time de salão da Coopagro, cooperativa em que ele trabalhou nos anos 80. Com essa equipe, sagrou-se campeão paranaense do Torneio Intercooperativas (TICS). Na foto abaixo, Petiço aparece agachado à direta, com a bola no pé.

Em pé: Omero Renato Bordim, Zacarias Fiorelo Perboni, Adir Usinger (Fina), e Gilmar Rondon. Abaixados: Miguel Giordani, Glacir Antonio Rossoni e Almir Piazza (Petiço). Foto publicada por Omero Bordim.

Graças ao destaque que obteve no esporte, Piazza chegou a trabalhar na Secretaria de Esportes, e na gestão do ex-prefeito Derli Donin foi responsável por cuidar do Ginásio de Esportes Alcides Pan.

Há tempos ele vinha passando por problemas que indicam que poderia estar com depressão. Ultimamente era visto vagando sozinho pela cidade. Embora tenha passado seus últimos dias isolado, com seu falecimento, foi bem lembrado por muitos que o conheceram e que guardam boas recordações da época em que estiveram juntos no trabalho ou no esporte.