Foto: Eduardo Rian

Fundada em 22 de novembro de 2016, a Cooperativa Escolar Mirim Duque de Caxias (COOPERDUQUE), realizou duas assembleias gerais na tarde desta terça-feira (16), uma extraordinária e outra ordinária. Constituída por 28 estudantes, entre o terceiro e o nono ano, o intuito da Cooperduque é desenvolver nas crianças o espírito de liderança, empreendedorismo e, principalmente, cooperativismo. 

A atividade aconteceu na Escola Municipal Duque de Caxias, em Concórdia do Oeste, com a participação de professores, alunos, funcionários, gestores da Secretaria de Educação, da Prefeitura, representantes do Sicoob e membros da comunidade do distrito. 

Transbordando exemplos de organização, articulação, oratória, democracia, participação, envolvimento e respeito, as crianças deixaram os adultos impressionados com sua capacidade de cooperar para a realização das assembleias. O vice-prefeito, Ademar Dorfschmidt, confessou que só tinha presenciado assembleias de cooperativas de crédito de adultos e rasgou elogios aos cooperados mirins. 

“Hoje eu tive uma aula, que bom, porque podemos aprender a cada dia. Para nós, adultos, isso [a assembleia] é fantástico. Futuramente vocês [cooperados mirins] estarão muito mais preparados para conduzir as cooperativas que seus pais hoje são responsáveis. Precisamos ensinar nossos filhos o quanto custa cada projeto que é colocado dentro das escolas. Isso precisa ser integrado nas escolas, pois a comunidade de Toledo é fantástica. Vocês [crianças] não são o futuro, vocês são o nosso presente”, afirmou o vice-prefeito após acompanhar o trabalho realizado pela Cooperduque.

Foto: Eduardo Rian

A secretária de Educação, Elisângela Batista, complementou o desejo de que todos os estudantes possam aprender e ter acesso a várias linguagens no período de formação. “Esse projeto tem demonstrado algo muito elevado, ele ajuda a compreender sobre o cooperativismo e demonstra que o importante não é competir, mas cooperar. Isso nos dá muito entusiasmo para seguir em frente e buscar uma educação de excelência. O que acontece lá fora, vocês estão vivenciando aqui dentro”, falou aos cooperados. 

A presidente do Sicoob Meridional, Solange Martins, disse que “sozinhos podemos chegar em um determinado lugar, mas juntos vamos muito mais longe”. Ela disse ainda sobre as aspirações com as experiências das cooperativas mirins. “Queremos transformar esse mundo em um lugar melhor. Queremos cidadãos mais preparados e com esse espírito de cooperação”. Solange explicou que os pilares do cooperativismo são o desenvolvimento econômico e o desenvolvimento social. 

Nas assembleias realizadas nesta terça-feira (16), os jovens cooperados discutiram e aprovaram mudança de estatuto social; realizaram a prestação de contas do exercício 2020/2021; encaminharam a proposta de distribuição das sobras do ano; realizaram a eleição do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal, entre outros encaminhamentos. 

A chapa eleita para o novo Conselho de Administração da Cooperduque é constituída da seguinte forma: Presidente, Pedro Henrique Dallagnol; vice-presidente, Thaís Fernanda Eberhart; secretária, Everling Vitória Schneider; vice-secretária, Júlia Wenningkamp; tesoureira, Mayara Caroline Fenrich; vice-tesoureiro, Arthur Miguel Angst; diretor de produção e vendas, Vinicius Carline Dellalibera; e diretor de comunicação e cultura, Eduardo Henrique dos Santos Vescalowski.

Para o Conselho Fiscal, efetivos: Caren Cristina Angst, Geovanna Pereira Paebano e Pedro Ramires Dall Alba; suplentes: João Felipe Dallagnol e Otávio Augusto Konzen. 

O presidente eleito agradeceu a confiança e os votos dos cooperados e prometeu “promover a igualdade e respeito, organizar novos projetos para fortalecer o espírito empreendedor e o interesse pelo cooperativismo”. Pedro Henrique falou sobre os objetos de aprendizagem que a Cooperativa Mirim investe para reduzir danos ambientais e que também são convertidos em ativos para a Cooperduque, além do aprendizado obtido em cada ação, auxiliando as crianças a encararem as dificuldades que também teriam ou poderão ter no curso da vida. 

Olheiros

Além da comunidade escolar, um grupo de “olheiros” acompanhou a realização das atividades hoje em Concórdia do Oeste. Uma empresa que presta assessoria ao Sicoob veio ao Paraná para conhecer as dinâmicas das cooperativas de crédito e, ao começar por Toledo, foram convidados para acompanhar como esse processo é construído desde a base. 

“Que trabalho fantástico. É o tipo de coisa que nos dá um pouco mais de esperança, no sentido de construir um país com base na cooperação e no bem estar coletivo”, avaliou o diretor comercial da consultoria Tribo, Eduardo Sampaio. 

Para saber mais sobre os trabalhos da Cooperduque, os professores que auxiliam na orientação dos alunos cooperados, pode acessar o perfil Cooperativa Mirim Duque de Caxias no Facebook.

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação