O tema central leva em conta o crescente envelhecimento da população brasileira; Em Maripá, 16,36% da população tem mais de 60 anos.

Poder público e sociedade civil debateram na segunda-feira (20), durante a 3ª Conferência Municipal dos Direitos do Idoso, sobre os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas. O evento, realizado no Centro Comunitário Fernando Daniel Schanoski, foi organizado pela Secretaria do Trabalho e Assistência Social juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI).

Além de palestra sobre o tema central com a advogada Raquel Maria Bortolotto Kindt, os participantes debateram e elaboraram, em grupo, propostas acerca de sete eixos temáticos. Os objetivos são avaliar a efetividade das ações em execução, discutir e propor, entre outros fatores, medidas que garantam os direitos fundamentais da pessoa idosa e o envelhecimento com dignidade. “A conferência é um espaço democrático para avaliar as políticas existentes e refletir sobre ações que melhorem cada vez mais a qualidade de vida da pessoa idosa”, explica a secretária do Trabalho e Assistência Social, Neide Thim.

O tema central leva em conta o crescente envelhecimento da população brasileira. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2010, Maripá têm 948 idosos, o que significa que 16,36% da população local têm mais de 60 anos. “O desafio é constante e nos leva a fortalecer ainda mais as políticas públicas de proteção e promoção dos direitos da pessoa idosa e esse trabalho não envolve somente a área assistencial, mas também esportiva, cultural, educacional, a saúde do idoso. É um trabalho que precisa ser feito em conjunto para que se tenha um resultado efetivo”, ressalta o prefeito Anderson Bento Maria.

APRESENTAÇÃO CULTURAL – O coral da terceira idade foi uma das atrações que encantaram os participantes da conferência. Eles apresentaram três músicas, resultado das aulas oferecidas pela Secretaria de Assistência Social. O coral conta, no momento, com a participação de 15 idosos do grupo Unidos Venceremos, da sede do município, que se reúnem semanalmente para as aulas.

AÇÕES PARA A TERCEIRA IDADE – Além das aulas de coral, são disponibilizadas várias outras atividades voltadas ao idoso. Eles praticam atividade física com acompanhamento profissional; vôlei gigante, bolãozinho de mesa, bolão, hidroginástica; contam com projeto para empréstimo de livros, o “Vovô e Leitura” e outro de “Roda de Leitura e Contação de Histórias”, realizados pela Biblioteca Pública Cidadã.

Além disso, os tradicionais encontros semanais que acontecem na sede e nos distritos de Candeia e Pérola Independente promovem a integração entre eles e envolvem dança, jogos de cartas, dominó, bingo e palestras. Eles também participam de jogos regionais e comemoram o Dia do Idoso com uma festa anual.

Para Bento Maria, promover ações voltadas diretamente ao idoso é fundamental, porém o trabalho deve começar bem antes. “Estes idosos um dia foram adultos, jovens e crianças. A partir do momento em que entendemos isso e as ações começam a ser praticadas desde cedo e são disponibilizadas para todas as idades, – seja um treinamento de vôlei, uma aula de viola, o acompanhamento nutricional que é realizado nas escolas – chegar à terceira idade com qualidade de vida será consequência”, destaca.

Fonte: Assessoria Prefeitura de Maripá.