Foto: Ricardo Morante/Secom

A Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (SMST), em parceria com a Polícia Militar, realizou no último sábado (20), uma operação de fiscalização em diversos locais. Foram visitados bares, restaurantes e áreas públicas, como parques e vias. Os trabalhos começaram às 21h e avançaram até a madrugada do domingo (21). Oito guardas municipais, entre eles o secretário da SMST, Arthur Almeida, e quatro policiais militares participaram da ação. 

O intuito da Operação COVID-19, segundo o secretário, era averiguar a observação das normas de segurança sanitária dos ambientes em relação ao enfrentamento da pandemia, além de realizar demais fiscalizações de ordem pública. Foram visitados 18 locais, com três notificações por falta de atendimento às normas vigentes devido à pandemia. “Passamos por vários pontos, orientamos e notificamos os locais que estavam em desacordo com as normas sanitárias vigentes”, comentou Arthur. 

Além disso, aconteceram diversas situações envolvendo questões de trânsito, com duas motos apreendidas sem documentação, uma prisão por agressão (realizada pela PM), além da aplicação de 12 multas. “Infelizmente, durante os deslocamentos encontramos diversas situações que envolvem o trânsito e perturbação do sossego, além das denúncias que chegam aos telefones das forças de segurança e é preciso averiguar. Por isso, a operação não se resume apenas a fiscalização dos espaços e das normas sanitárias”, explicou Arthur destacando a intersetorialidade do trabalho e agradecendo ao comando da Polícia Militar pelo apoio ao trabalho.

Portaria 111/2020

Ainda no domingo (21), o prefeito Beto Lunitti, assinou a Portaria n° 111/2020, que designa o secretário da SMST, Arthur Rodrigues de Almeida, para exercer a função de ‘autoridade sanitária’. “O intuito é dar funções de autoridade sanitária, com o fim de proceder à fiscalização do cumprimento das medidas relacionadas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19”, explicou o prefeito Beto Lunitti. Com a designação, o secretário poderá realizar a expedição de informações, lavratura de intimações e/ou autos de infração, imposição de multas, suspensão e interdição das atividades quando necessário.