Combate à Covid-19: patente desenvolvida na Unioeste de Toledo conquista ouro em premiação internacional

    A patente desenvolvida pelos professores Camilo Freddy Mendoza Morejon e Andy Avimael Saavedra Mendoza do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), do Campus de Toledo, intitulada “Máscara 3D para proteção individual da Covid-19 com mecanismo de abertura na boca dotado de compartimentos de respiração independentes no nariz e na boca”, conquistou a medalha de ouro na premiação internacional da ISIF 20 – Istanbul International Inventions Fair, importante evento de inovação.

    Nos tempos de pandemia, é imprescindível que todos utilizem equipamentos de proteção individual. Para o professor Camilo, a prevenção é fundamental, e nesse sentido, foi desenvolvida uma máscara, não convencional, funcional, de baixo custo e com maior desempenho para proteção à Covid-19. “A Unioeste, mais uma vez, confirma o grande potencial das universidades para a transformação do conhecimento em qualidade de vida, felicidade e riqueza de uma nação. Sem dúvida, um relevante retorno para a sociedade”.

    O professor explica que, desde 2016, a Unioeste faz parte da IFIA – International Federation of Inventor Associations. “Desde então temos a oportunidade de divulgar as patentes desenvolvidas na Unioeste no circuito mundial de inovação. Desse processo, temos conseguido vários reconhecimentos internacionais, os quais colocam a Unioeste numa posição de destaque na área de inovação”.

    Para o professor Andy, no atual cenário e no futuro, o desenvolvimento de máscaras como equipamento de proteção individual do sistema respiratório, será de uso comum. “Até o momento é considerado como o principal método para a prevenção de doenças respiratórias. As características da máscara desenvolvida tanto na forma como na sua aplicação consideram aspectos importantes para que o usuário final fique protegido de forma contínua”.

    A máscara, explica os idealizadores, possui 17 atributos benéficos para o bem-estar das pessoas neste período.

    • Uso contínuo – Ela pode ser utilizada de maneira contínua, tanto de dia como de noite, principalmente quando se precisa da proteção durante o sono. Um exemplo desta utilização são os pacientes que pernoitam nos hospitais ou ficam em locais aglomerados com alto risco de contaminação;
    • Elimina a hipóxia – Ainda quando comparada a máscaras tradicionais, esta em especial possui um dispositivo que elimina o risco de auto aspiração dos gases expelidos após a respiração. Com isso, se elimina a aspiração de ar rarefeito que pode gerar doenças como a hipóxia, que provoca, além do desconforto, a perda dos reflexos, a fadiga e aceleração da morte celular;
    • Não provoca embaçamento dos óculos – A máscara possui dispositivos que eliminam a possibilidade de vazamento de vapores e demais fluidos respiratórios e, no caso das pessoas que usam óculos, principalmente dos motoristas que dirigem veículos, seja em climas frios ou em dias de calor, se elimina a possibilidade do embaçamento dos óculos, melhorando a visão e diminuindo o riscos de acidentes;
    • Respiração confortável – A máscara possibilita uma respiração confortável, pois possui compartimentos independentes de respiração no nariz e na boca, por meio dos quais se maximiza a eficiência da respiração;
    • Ideal para atividades esportivas – A máscara permite a realização de diversas atividades físicas, principalmente de esportistas e demais pessoas que precisam se exercitar diariamente, pois possui dispositivos que minimizam todos os efeitos da transpiração, num ambiente confortável;
    • Permite a aglomeração de pessoas – Com o uso das máscaras convencionais é exigido distanciamento de no mínimo de 2 metros entre as pessoas, no caso da presente máscara não é necessário nenhum tipo de distanciamento pois os dispositivos da máscara garantem o máximo de eficiência de proteção mesmo em ambientes com grande aglomeração de pessoas;
    • Uso dentro da água – A máscara pode ser utilizada em ambientes extremamente úmidos e mesmo dentro da água;
    • Escudo de proteção no nariz – A máscara possui, na frente do dispositivo de filtração do nariz, um escudo rígido, por meio do qual se maximiza a proteção das vias respiratórias;
    • Recebe diversos tipos de meios filtrantes no nariz – A máscara possui um compartimento preparado para acolher meios filtrantes reutilizáveis, de diversos materiais, de panos simples a tecidos inteligentes revestidos de nanopartículas de prata, os quais são removíveis e cuja substituição pode ser feita sem a necessidade da retirada da máscara;
    • Escudo de proteção na boca – A máscara, na frente do dispositivo de filtração da boca, também possui um escudo rígido, por meio do qual se maximiza a proteção das vias respiratórias;
    • Recebe diversos tipos de meios filtrantes na boca – O compartimento do meio filtrante da boca pode receber diversos materiais reutilizáveis cuja substituição pode também ser feito sem a necessidade da retirada da máscara;
    • Mecanismo de abertura na boca – Para a ingestão de líquidos, alimentos e também para a escovação dos dentes, a máscara possui um mecanismo de abertura e fechamento do dispositivo de filtração da boca;
    • Fabricação em diversos materiais – A máscara pode ser confeccionada em materiais passiveis de higienização como acrílico, PVC, plásticos, borracha e/ou combinação desses materiais;
    • Máscara reutilizável – A máscara e seus dispositivos embarcados, bem como os meios filtrantes não são descartáveis, com isso se elimina a possibilidade de geração de focos de contaminação e também a geração de resíduos e surgimento de ambientes insalubres;
    • Sem vazamento e infiltração – A máscara possui dispositivos que eliminam espaços abertos entre a máscara e o rosto, cuja característica tem como efeito positivo a eliminação da infiltração ou vazamento dos fluidos contaminados, maximizando assim a eficiência de proteção das vias respiratórias;
    • Carcaça da máscara distanciada do rosto – A máscara possui arranjo e forma diferenciada que elimina o contato direto dos meios filtrantes com a superfície do rosto, contribuindo para a maximização da proteção e do conforto da respiração; e
    • Proteção mesmo sem meio filtrante – Em determinadas situações, a máscara pode ser utilizada sem os meios filtrantes, pois os escudos rígidos dos dispositivos de filtração do nariz e da boca garantem a proteção das vias respiratórias.

     Confira mais sobre a patente EPI: https://youtu.be/UkLRhoFMqco

    Fonte: Assessoria

    Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
    Facebook
    Twitter
    Youtube
    Instagram