Eleições SerToledo sem “ranços”

Sem sombra de dúvida, as eleições desse ano no SerToledo começaram bem contaminadas pelo vírus chamado “ódio e baixarias21”, que levou toda a disputa para o tapetão. Pelo que foi divulgado, houve um bom diálogo e veio a conciliação entre as chapas para que de uma vez por todas, essas eleições aconteçam.

Eleições SerToledo sem “ranços” I

A Secretária Geral do SerToledo, Marlene da Silva, publicou nas redes sociais da entidade que “a conciliação era necessária para que o pleito ocorresse. Caso contrário, haveria uma grande possibilidade que a eleição ficasse mais de ano sem acontecer”. Isso é ruim, pois os servidores têm o direito de escolher a diretoria que ficará a frente da entidade por mais 3 anos”.

Eleições SerToledo sem “ranços” II

Na pauta também ficou de comum acordo que as eleições serão realizadas nos dias 09 e 10 de agosto e de forma “PRESENCIAL”. Outro acordo que também demonstrou maturidade foi o de que as urnas serão todas em pontos fixos, excluindo assim as itinerantes, como tinha sido definido em assembleias. Mais significativo foi que essa conciliação entre as partes pôs fim aos processos abertos anteriormente. Acesso o acordo nesse link:

http://admin.sertoledo.org.br//Uploads/Documento/637620710707676081.pdf

Reunião de comissão

A nova comissão está formada por JOÃO CARLOS PADILHA, ZELÁRIO BREMM, MARCELO DIAS THOMAS, CELSO LUIZ FERREIRA e FABIANO DE CASTRO NEVES. Os mesmos reunir-se-ão nesse dia 20 de julho de 2021, às 09h, presencialmente, para, mediante votação entre seus pares decidirem qual dos membros exercerá o cargo de Presidente da Comissão Eleitoral, Vice-Presidente da Comissão Eleitoral e Secretário da Comissão Eleitoral.

Reunião de comissão I

Os membros não eleitos para a referida Comissão Eleitoral terão, como os demais, direito a voto. Definidos os cargos da Comissão Eleitoral, deverá esta, imediatamente, promover a publicação de edital convocando os filiados para a eleição da cúpula diretiva do sindicato para os dias 09 e 10 de agosto de 2021, de forma presencial, observados os cuidados definidos pelo Decreto Municipal.

Recesso no Legislativo

As sessões ordinárias na Câmara de Toledo recomeçam dia 02 de agosto. Mas é sabido que haverá sessões extraordinárias e que grande parte dos edis não pararam de atuar, pois as comissões estão assoberbadas de projetos que necessitam de análises para ir à plenária.

Custos de manutenção da Câmara Municipal

Em entrevista à Gazeta de Toledo, o diretor da Casa de Leis, Rodrigo Antoniassi, fez um demonstrativo dos números do nosso Legislativo. O total do orçamento previsto nesse ano é de R$ 12,2 milhões, dos quais R$ 500 mil foram destinados para serem aplicados no combate à pandemia.

Números da Câmara I

A folha de pagamento, manutenção e demais investimentos realizados nesses seis primeiros meses dos anos de 2021 totalizam R$ 3,8 milhões, ou seja, pouco mais de R$ 642 mil por mês, se mantendo assim uma Casa “exemplo” de respeito ao erário público. Nesse quesito, Toledo é citado em vários processos como sendo base de como não dispersar o dinheiro público.

Nos documentos abaixo, é possível acessar as despesas dos últimos seis meses, bem como um relatório das atividades dos vereadores:

Hoje é o Dia do Amigo e da Amizade. Comemore!

Só para quem é meu amigo: Pague uma cerveja!

Para aqueles só que têm amizade: Pague uma carne!

Dai, irei e lhe abraçarei.