Candidatos digladiam-se em redes sociais e acham que são “os melhores”

    “Piá-pançudo e tia da bolacha” digladiam-se

    Toledo não merece, muito menos os eleitores, assistirem nas suas telinhas dois candidatos a prefeito de Toledo digladiando-se como se ainda estivessem no intervalo da escola primária.

    “Piá-pançudo e tia da bolacha” digladiam-se I

    Um chora por não ter sentado na cadeira do prefeito e se o deixassem sentar, ele iria dormir, porque só acorda depois da 10h. Outra, se diz autossuficiente e quer mudar tudo. Será que vai mudar a lei da qual o MP (4º) obrigou o atual prefeito aumentar o valor do m² dos terrenos para a indústria de Toledo? Ou vai mudar a lei que “proibiu” o município de Toledo de ajudar os pequenos produtores, responsáveis pelo maior PIB agro, com pedras e horas máquinas? Esses assuntos deveriam ser debatidos, e não ego de cada.

    “Piá-pançudo e tia da bolacha” digladiam-se II

    Como o eleitor vai escolher para votar nesses nomes, se os argumentos debatidos estão desequilibrados? Quando se leva em conta, ainda, que muitas vezes o voto do eleitor consiste em uma decisão negativa, ou seja, a decisão sobre quem não deve ser eleito, a diplomação desse negativado pelo escrutínio popular soará como afronta. Mas há de se advertir para consequências sistêmicas do desfazimento da decisão popular.

    Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
    Facebook
    Twitter
    Youtube
    Instagram