O ex-vereador (último à direita, sentado) com os colegas da XI Legislatura.

Zé Borracha, que faleceu aos 69 anos, ocupou uma cadeira na legislatura de 1997 a 2000

O presidente da Câmara de Toledo, Leoclides Bisognin, lamentou o falecimento nesta quarta-feira, dia 17 de março, do ex-vereador José Maria Lima, o popular “Zé Borracha”, que integrou a XI Legislatura (01/01/1997  –  31/12/2000).“Ele foi uma pessoa trabalhadora, humilde, de bom relacionamento com a comunidade e que representou muito bem a população de Toledo, em especial a comunidade do grande Jardim Panorama”, assinalou o presidente da Câmara de Toledo.

O ex-vereador faleceu às 11:30h desta quarta-feira, aos 69 anos, no Pronto Atendimento Municipal de Toledo, o chamado Mini Hospital, onde era atendido após ser infectado pela Covid-19, cujas complicações acabaram causando sua morte.

Nascido em Rancharia-SP, “Zé Borracha” veio para Toledo há cerca de 50 anos, constituindo família ao lado da esposa Maria Isabel Lima e atuando no setor de reparação de pneus, de onde ganhou o apelido e vasto reconhecimento que levou à sua candidatura e eleição em 1996. Ele deixa os filhos Eliete S. Lima, Erivelton Alexandre Lima, Ednei José Lima e Elisângela Aparecida Lima, além dos netos Yasmim, Matheus, Paulo, Julia, Murilo e Heitor.

Na XI Legislatura, José Maria “Zé Borracha” de Lima foi vereador ao lado dos atuais vereadores Elton Welter e Leoclides Bisognin e do atual prefeito Luís Adalberto “Beto Lunitti” Pagnussatt, além dos vereadores  Dario Genari, Expedito “Gasolina” Ferreira da Cruz, Jovino Canevesi, Lúcio de Marchi, Luiz Carlos Johann, Manoel Rosa de Lima, Maria de Fátima Quirino Campagnolo, Odair Maccari, Ramires Gaspar, Rogério Massing, Rubens Bragagnollo, Vitório Böeff e Walter Borri. Assumiram ainda a vereança no período Luís Fritzen, Pedro Inácio Gregorowicz, Renato Ernesto Reimann, Winfried Mossinger e César Paludo.